Notícias /

Mais 230 profissionais do Mais Médicos estão aptos a trabalhar na Bahia

13/03/2014 21:49

A semana de acolhimento do terceiro ciclo do programa Mais Médicos foi encerrada, na tarde desta quinta-feira (13), durante cerimônia no Hotel Fiesta, em Salvador, com a presença do governador Jaques Wagner e do secretário estadual da Saúde, Washington Couto. 

Os 230 médicos cubanos seguem agora para 112 municípios baianos após conhecer políticas estaduais de saúde, fazer treinamento para uso de tecnologia e participar de atividades pedagógicas. 

A médica Alibet Orive, que vai atender no município de Nazaré, disse estar indo “para ajudar a população da cidade [no combate] a enfermidades infecciosas e a manter a saúde nas comunidades”. 

Segundo o prefeito de Itatim, Gilmar Nogueira, o profissional que atuará na cidade, irá suprir uma carência no município. “Nós temos o posto de saúde equipado, mas durante dois meses ficamos sem profissional. Estamos animados com a vinda do médico cubano porque, diante dos resultados avaliados em outras cidades, esperamos o mesmo sucesso no atendimento à população”. 

No evento desta quinta, os médicos receberam o jaleco e estão aptos a fazer atendimento da atenção básica de saúde na Bahia. “A média baiana de médicos por mil habitantes é de um e o recomendado pela Organização Mundial de Saúde [OMS] é, pelo menos, dois. Enquanto os estudantes brasileiros estão em formação é importante ter profissionais, como esses do programa Mais Médicos, para reforçar o atendimento na saúde pública”, disse o governador.

De acordo com o secretário estadual da Saúde, a Bahia possui aproximadamente 1.100 médicos estrangeiros atendendo na atenção básica. “Quase quatro milhões de pessoas de 361 municípios estão cobertos pelo programa Mais Médicos. Conseguimos fazer cerca de 470 mil consultas por mês apenas com estes profissionais”.

Ascom Sesab
Mais Médicos/encerramento 3 ciclo

Notícias relacionadas