Notícias /

Profissionais de saúde são capacitados para a Copa do Mundo

18/03/2014 18:15

A capacitação começou nesta terça-feira (18), no Hotel Fiesta, e acontece até a próxima sexta (21). A iniciativa conta com o apoio do Ministério da Saúde, por meio da Força Nacional do SUS (FN-SUS), em parceria com o governo alemão, Ministério Federal de Cooperação Econômica e Desenvolvimento da Alemanha e Engagement Global Com.

Com orientações teóricas e práticas, o workshop para construção de planos hospitalares tem atenção especial para acidentes com múltiplas vítimas. O coordenador de emergência do Hospital Geral de Camaçari, Gilson Soares Miranda, diz que com organização é possível minimizar os riscos de problemas durante o evento.

“Ficamos em uma região próxima de grandes redes hoteleiras. Então, deixaremos a postos um efetivo maior, que ficará à disposição, além de dispor de heliponto e estrutura para grandes atendimentos”, destaca Miranda.

De acordo com a assessora da Coordenação da Força Nacional do Ministério da Saúde, Maria da Conceição Mendonça, ao fim da capacitação, será feito um plano de trabalho que definirá estratégias que devem dar mais agilidade ao serviço médico.

“Fizemos este intercâmbio com o governo alemão pela experiência que teve com a Copa de 2006, e nossa ideia é capacitar estes profissionais e os hospitais que receberão os pacientes na Copa do Mundo, com a meta de deixar este grande legado para o país, depois do mundial. Faremos este plano de contingência dentro de cada hospital, com fluxo definido, com comunicação, alarme ativo, para dar melhor prestação dos serviços aos pacientes”, explica a assessora.

O fluxograma de trabalho vai indicar desde a entrada do paciente no hospital, atendimento a familiares, áreas e tratamentos prioritários.

O curso envolve um módulo teórico, nesta terça-feira e amanhã, em horário integral, com a participação de 80 profissionais das unidades hospitalares. Na quinta-feira, será realizado, também em tempo integral, no mesmo local, um simulado de mesa, e na sexta, acontece o simulado de campo, no Hospital Geral do Estado (HGE), das 9h às 11h, com o apoio do Samu Metropolitano.

“Quando acontece um acidente de grande porte envolvendo muitas pessoas, os hospitais precisam estar preparados para iniciar o tratamento. Estamos focando em acidentes com múltiplas vítimas, que podem acontecer a qualquer momento, como queda de um edifício, acidente envolvendo ônibus, trens. Tivemos há algum tempo um acidente envolvendo queimados, e precisamos nos preparar para, em um hospital, receber muitos casos ao mesmo tempo, além de manter a rede funcionando em alerta para priorizar os atendimentos mais graves, sem deixar de prestar serviços aos outros pacientes da unidade”, afirma o diretor de gestão dos hospitais da Secretaria Estadual da Saúde (Sesab), José Walter.

Secom
Geral/copa workshop

Notícias relacionadas