Notícias /

Cedeba: Vinte anos de avanços e conquistas

21/03/2014 13:13

O Centro de Diabetes e Endocrinologia da Bahia (Cedeba) completa 20 anos segunda – feira (24). A abertura das comemorações terá palestra da diretora e fundadora da unidade, endocrinologista Reine Chaves, sobre a trajetória do Cedeba nestes vinte anos, às 12 horas, no auditório do Centro de Atenção à Saúde Professor Jose Maria de Magalhães Neto (CAS) . No dia 25, a assistente social da Sesab, Erica Bowes, enfoca “Ética no Ambiente de Trabalho” e no dia 27, o tema será ” Humanização da Saúde” pela psicóloga Jeane Braidy.

A coordenadora de Planejamento do Cedeba, Odelisa Matos, fez parte do grupo que sonhou com uma nova assistência aos diabéticos, materializado com criação do Cedeba. Estavam no mesmo barco, no ambulatório de Endocrinologia do Hospital Roberto Santos, as endocrinologistas Teresa Gouveia,Lia Medeiros e Reine Chaves e mais :a enfermeira Regina Oliveira (faleceu ano passado) e assistente social Ana Dalva Trigo,com o apoio das técnicas Janete das Virgens e Maria Amorim. A participação da atual diretora do Cedeba, Reine Chaves, foi muito importante, porque ao chegar dos Estados Unidos,onde fez Fellow,” trouxe -nos a possibilidade de mudar a forma com que fazíamos a assistência

Isso – destacou Odelia Matos – casou – se com nossos anseios e estávamos embarcando neste sonho que se tornaria o CEDEBA. Seguiram-se as lutas por espaço no ambulatório, porém a vontade do grupo era muito forte. Um grupo pequeno que foi agregando valores e pessoas .O foco na prevenção esteve presente desde o início,sendo “O Pé diabético” – ainda hoje um grande desafio – o primeiro serviço.

O Cedeba fomentou a cultura da educação em saúde, com o treinamento para profissionais e educação dos pacientes. A repercussão do novo modelo de assistência ganhou espaço. Antes da mudança para a sede do Rio Vermelho, Reine Chaves foi a São Paulo participar, como ouvinte, do encontro do Institute Diabetes Center (IDC) que estava buscando parcerias no Brasil para trabalhos com atenção programada em Diabetes. Além da Bahia, o representante do Ceará também participou na condição de ouvinte.

O trabalho da Bahia despertou grande interesse, foi selecionado ,culminado com o convênio de cooperação técnica entre o Governo da Bahia e o IDC, dando grande visibilidade ao trabalho do Cedeba. O Prodiba foi o primeiro grande projeto que permitiu o inicio ao processo de solidificação do Cedeba centro de pesquisa e unidade de tratamento de diabetes.

Na época, o secretário da Saúde, José Maria de Magalhães Neto, deu grande apoio às ações do Cedeba, transferindo as instalações do CEDEBA para a sede atual. Mas um novo sonho movia os profissionais do Cedeba: tornar-se unidade ensino. A conquista veio na gestão do secretario Jorge Solla,quando também a entidade passou a contar com mais profissionais ,permitindo a ampliação das equipes e nova organização dos serviços .

As conquistas continuaram ,como destaca Odelisa Matos. O reconhecimento pela OMS como centro de referência, com base na indicação do IDC foi muito importante.A partir daí, o inicio do Programa de Capacitação e Educação em Diabetes, como parte de um processo para ser centro colaborador da OMS com o apoio da World Diabetes Federation.

Na análise de Odelisa Matos, o trabalho do Cedeba se destacou pelo novo modelo de atenção, já que a nova forma de assistência com a participação da equipe multidisciplinar, possibilitando ao paciente participar do tratamento, sendo respeitado nas suas crenças, conhecimento e cultura.

Sendo o Cedeba modelo de assistência, os desafios não cessam. Agora são especializações das especializações porque precisa ser uma permanente laboratório da atenção. Nessa direção o Cedeba vai oferecer para 30 profissionais o curso de Interdisciplinaridade que já representa novo avanço em relação ao atendimento multiprofissional.

Reconhecimento

O compromisso dos profissionais do Cedeba na busca do aprimoramento da assistência vem rendendo bons frutos, destaca a diretora. Duas experiências do Núcleo de Obesidade: O Grupo de Apoio Terapêutico ao Tratamento da Obesidade- GATTO – e Fluxograma de atendimento multidisciplinar para pacientes com obesidade em uma instituição pública de referência no estado da Bahia” foram selecionadas,recentemente, pelo MS e integrarão a publicação “Experiências Inovadoras em Manejo da Obesidade nas Redes de Atenção do SUS” .

O modelo de atendimento, reconhecido pelo Ministério da Saúde pelo aspecto inovador, também causou excelente impressão no secretário da Saúde da Cidade do México, Armando Ahued, na recente visita ao Cedeba. Ele manifestou interesse em enviar enfermeiros para treinamento no Cedeba

Mais avanços

São muitos os avanços na caminhada do CEDEBA, como destaca a diretora Reine Chave. O Laboratório de Análises, que também começou de forma tímida ainda no Roberto Santos, hoje realiza 7,5 exames/mês. Recentemente foi adquirido um software específico para laboratório que garante mais segurança nos resultados por não exigir a digitação dos dados. Os resultados exames são disponibilizados na Internet. Mas os avanços devem continuar como observa a coordenadora do Laboratório do Cedeba, Angela Hilttner, sendo a próxima meta implantar o setor de Hematologia.

Sendo a educação é a principal chave para o controle do diabetes, o trabalho da Codar é muito importante no atendimento à demanda espontânea de todo o interior do estado, para a qualificação profissional da atenção básica no atendimento aos pacientes com diabetes.

Mensalmente em Salvador a Codar realiza sessões de atualização em diabetes, abertas a profissionais de saúde e acadêmicos. Também fomenta a formação de associações em diabetes para fortalecer o cumprimento da Lei 11.347/2006, de Proteção ao Diabetes. O trabalho de educação busca a prevenção dos agravos do diabetes, diagnóstico precoce e tratamento precoce das complicações, que geram redução da qualidade de vida, absenteísmo ao trabalho e aposentadoria precoce.

Muito importante também é a produção de materiais educativos para a população com diabetes. Diversas instituições privadas do terceiro setor e universidades públicas solicitam frequentemente suporte educacional nestes materiais. Merece destaque a Cartilha Multimidia em Diabetes, destinada aos agentes de saúde como ferramenta de excelência.

Realizando cerca de 1,5 mil atendimentos/dia, o Cedeba ,como Centro de Referência, atende pacientes de todos os municípios .Na suas modernas instalações, merece destaque a sinalização que utiliza cores para a identificação dos serviços, facilitando a localização dos diversos setores.

Fonte: Ascom Cedeba
/cedeba/aniversário2

Notícias relacionadas