Notícias /

Salvador será sede do V Congresso Brasileiro de Toxicologia

24/04/2014 13:41

Com o tema “As intoxicações no âmbito da atenção à saúde”, será realizado em Salvador, no próximo mês de setembro, o V Congresso Brasileiro de Toxicologia Clínica, iniciativa da Associação Brasileira dos Centros de Informação e Assistência Toxicológica e Toxicologistas Clínicos (Abracit), por meio do Centro de Informações Antiveneno da Bahia (Ciave), da Secretaria da Saúde do Estado.

Em paralelo ao congresso, acontecem o 2º Simpósio Brasileiro de Toxicologia Analítica e o I Fórum Brasileiro e III Baiano sobre Suicídio. Segundo o toxicologista Daniel Rebouças, presidente da Abracit e diretor do Ciave, “o será uma oportunidade para a apresentação e discussão dos diversos temas relacionados à toxicologia e à clínica do suicídio no Brasil, além de permitir a reflexão e a formulação de propostas para o fortalecimento das políticas públicas referentes à toxicologia e ao funcionamento dos Centros de Informação e Assistência Toxicológica – Ciatox.

Programação

Uma programação abrangente, com convidados nacionais e internacionais, será desenvolvida durante os eventos, através de cursos pré-congresso, oficinas, conferências, mesas-redondas, painéis, sessão de discussão de casos práticos em Toxicologia Clínica e sessão de apresentação dos trabalhos científicos, na forma de pôsteres e oral. Os trabalhos apresentados concorrerão a um prêmio.

Análises toxicológicas de drogas de abuso, intoxicação por exposição crônica a agrotóxicos e a atenção à saúde, toxicologia baseada em evidências e toxicologia clínica: acidentes por animais peçonhentos de importância médica são os temas dos cursos pré-congresso, enquanto o I Fórum Brasileiro e III Baiano sobre Suicídio terá como tema “Suicídio: aspectos éticos, sociais e clínicos”. O fórum foi programado para o dia 10 de setembro, Dia Mundial da Prevenção do Suicídio.

Nos últimos anos, o Centro de Informação Antiveneno da Bahia, através do Núcleo de Estudo e Prevenção do Suicídio (NEPS), preocupado com o impacto causado pelo aumento significativo no número de mortes por suicídio e no número de tentativas de suicídio, promoveu os I e II Fórum Baiano sobre Suicídio, com o objetivo de produzir na comunidade uma discussão em torno do tema do suicídio e de sua prevenção.

A psicóloga Soraya Rigo, coordenadora do NEPS, conta que em sua terceira edição, visando ampliar o espaço de debate, o fórum deixa de ser apenas baiano, tornando-se um evento de âmbito nacional. “Seguindo o modelo das edições anteriores, o fórum terá convidados que são referência na área do suicídio, com contribuições teóricas e clínicas atuais, capazes de não apenas fomentar a discussão como também a reflexão acerca do fenômeno do suicídio no contexto brasileiro”, finaliza a psicóloga.

A.G. Mtb 696/Ba  
Ciave/Congresso1

Notícias relacionadas