Notícias /

Bahia recebe equipamentos para diagnóstico rápido da tuberculose

23/05/2014 03:00

O Ministério da Saúde, por meio do Programa Nacional de Controle da Tuberculose entregou nesta sexta-feira (23), na Praça da Revolução, Periperi, em Salvador, cinco equipamentos laboratoriais para a realização do teste rápido para diagnóstico da tuberculose, com capacidade de detectar a presença do Mycobacterium tuberculosis ou Bacilo de Koch, causador da doença, em apenas duas horas.

O evento foi organizado pela Fundação José Silveira (FJS) – Instituto Brasileiro para Investigação da Tuberculose, em parceria com a Secretaria da Saúde da Bahia (Sesab), Secretaria Municipal de Saúde e Frente Parlamentar pela Luta Contra a doença.

O Teste Rápido Molecular para Diagnóstico da Tuberculose, também conhecido como GeneXpert é feito a partir da coleta de escarro do paciente e identifica simultaneamente o DNA do Mycobacterium tuberculosis e as cepas resistentes à rifampicina, principal antibiótico utilizado no tratamento, em aproximadamente 2 horas. No exame tradicional são necessários de 30 a 60 dias para realizar o cultivo da microbactéria e outros 30 dias para se obter o diagnóstico de resistência ao antibiótico. O novo teste possui alto índice de sensibilidade o que reduz significativamente a possibilidade de um resultado falso positivo.

Na Bahia, três equipamentos foram entregues ao laboratório do Hospital Especializado Octávio Mangabeira, um ao Laboratório Municipal de Salvador e outro para o laboratório municipal do Centro de Saúde Leone Coelho Leda, em Feira de Santana.

Biologia molecular – Segundo o Coordenador do Programa Nacional de Controle da Tuberculose do Ministério da Saúde, Dráurio Barreira, a erradicação da doença é meta prioritária do Ministério. “Partindo do diagnóstico rápido com biologia molecular, aliado a novas drogas, suporte social aos mais pobres para a continuidade do tratamento, vamos, em pouco tempo, acabar com essa enfermidade e mudar a vida de muitos brasileiros”, pontuou Barreira.

Representando o secretário da Saúde do Estado, Washington Couto, o chefe de gabinete da Sesab, Paulo Barbosa afirmou que a chegada dos testes para detecção rápida ajudará bastante aos serviços estaduais especializados no tratamento da doença. “É com grande satisfação que recebemos esse equipamento do Ministério da Saúde, que nos dá um diagnóstico confiável em um pequeno espaço de tempo, para o combate dessa doença que ainda representa um grande desafio para a saúde pública”, assinalou Barbosa.

A enfermidade tem cura, porém o paciente precisa seguir o tratamento de seis meses corretamente, mesmo que os sintomas tenham desaparecido durante o período. No Brasil, a tuberculose é a quarta causa de morte por doenças infecciosas e a primeira doença identificada em pessoas com HIV.

Incidência – De acordo com a titular da Superintendência de Vigilância e Proteção da Saúde, Alcina Andrade, a tuberculose é um dos principais problemas de saúde pública enfrentados no país. “A tuberculose tem determinantes sociais, pois acomete mais os moradores de rua, as pessoas com algum nível de desnutrição, usuários de drogas, portadores do vírus da AIDS, que são mais vulneráveis à doença. No Nordeste, a Bahia é o terceiro estado em incidência de casos, em torno de 5 mil por ano. Salvador fica com 35% desse total”, explicou a superintendente.

O presidente da Frente Parlamentar de Tuberculose no Congresso, deputado federal Antônio Brito, foi um dos articulistas para a inclusão deste deste para os usuários do Sistema Único de Saúde. “Precisamos unir as forças para destruir o bacilo de Koch. Já temos a tecnologia para o diagnóstico rápido e estamos lutando no Congresso para a erradicação desse mal que atinge muito brasileiros”.

Entre os presentes ao evento no Subúrbio estavam o presidente do Conselho da FJS, Dr. Geraldo Leite, o diretor do Hospital Especializado Octávio Mangabeira, Renan Araújo, a coordenadora estadual do Programa da Tuberculose, Isabel Xavier, o superintendente de Regulação da Sesab, Andrés Alonso, a coordenadora municipal da Atenção Básica, Ana Paula Freire, o subprefeito do Subúrbio Ferroviário, Sosthenes Macedo, dentre outros.

A.S. – DRT-BA – 3509
Ascom Sesab
/tuberculose/teste rápido