Notícias /

Situação dos transplantes na Bahia, Sergipe e Alagoas será discutida em encontro

28/05/2014 18:59

Com a finalidade de estabelecer estratégias políticas e científicas para superar os obstáculos no processo de doação/transplante, estarão reunidos nos dias 29, 30 e 31, no Hotel Vila Velha (Corredor da Vitória), os coordenadores da área de transplante dos estados da Bahia, Sergipe e Alagoas, durante a realização do 3º Encontro Alagoas, Bahia e Sergipe em Doação de Transplantes (Albase 2014). Na oportunidade, também será discutida a cooperação técnica entre os parceiros.

O encontro será aberto pelo chefe de Gabinete da Secretaria da Saúde do Estado, Paulo Barbosa, representando o secretário Washington Couto. A mesa de abertura contará ainda com as presenças da coordenadora do Sistema Nacional de Transplantes (SNT), Cíntia Melgaço, e dos coordenadores estaduais do Sistema de Transplantes, Eraldo Moura (Bahia), Kelly Brandão (Alagoas) e Benito Fernandes (Sergipe).

No dia 29, serão realizados dois cursos: Curso de Formação para profissionais que atuam nas comissões de transplantes e o Curso de Faturamento do processo doação/transplante. Nos dias 30 e 31, o encontro contará com a participação do representante da Associação Brasileira de Transplantes de Órgão (ABTO), Walter Duro Garcia.

Programação dia 30

Morte encefálica: Nova resolução CFM, com o médico Luiz Antônio Sardinha, de São Paulo; Cuidados com o potencial doador de órgãos e tecidos, com o médico Paulo Queiroz, da Bahia, são as primeiras palestras da manhã do dia 30. À tarde, teremos duas mesas redondas: Processo doação/transplante, busca ativa, efetivação de potenciais doadores e alocação de órgãos e tecidos, dificuldades dos estados, tendo o médico Luiz Sardinha como mediador, e O sistema de qualidade na doação de órgãos e tecidos.

Dentro da segunda mesa redonda serão discutidos: Banco de válvulas cardíacas, com a enfermeira Daniela Gil Contini, do Paraná; Banco de olhos, com a médica Milla Dias Sampaio, da Bahia; Órgãos sólidos, com o médico Rodrigo Serapião, da Bahia e Redome/Rereme, com o médico Marco Aurélio Salvino, da Bahia. A palestra do médio Jorge Bastos, da Bahia, sobre o tema: Qualidade de vida pós-transplante, encerra o primeiro dia dos trabalhos.

Programação dia 31

Pela manhã, a partir das 8h30, teremos uma mesa redonda sobre a Situação do Programa de Transplantes Albase: a realidade de Alagoas, Bahia e Sergipe. Em seguida haverá apresentação de trabalhos científicos e uma Oficina de Trabalho, sobre o tema: Como alavancar o programa de transplantes dos estados nordestinos.

À tarde, a mesa redonda: Entrevista familiar para doação de órgãos e tecidos: “Estamos no caminho certo?” com a enfermeira Vanessa Silva, de São Paulo, tendo como mediador o psicólogo Fabrizio Góes, da Bahia. O encerramento será às 16h30, com uma plenária.

L.S./M.Tb.909-Ba
/transplantes/Albase