Notícias /

Médicos discutem doenças do inverno em Simpósio nesta quarta-feira

03/06/2014 12:59

Com o crescimento habitual da incidência de doenças respiratórias entre 35% a 50% no período de inverno, uma das preocupações dos médicos é o pronto atendimento e a precisão diagnóstica, fatores que podem salvar muitas vidas, alerta o pneumologista Guilhardo Fontes Ribeiro. Para discutir a melhor abordagem das doenças de inverno, o programa de educação continuada do Serviço de Pneumologia do Hospital Santa Izabel promove o 3º Simpósio Doenças do Inverno, amanhã, dia 4 de junho, no Auditório Jorge Figueira.

O Simpósio, que tem coordenação do médico Guilhardo Fontes Ribeiro, conta com o apoio da Santa Casa de Misericórdia da Bahia. As inscrições para o evento, voltado para médicos e estudantes de medicina, são gratuitas e podem ser feitas pelo telefone (71) 2203-8367, de segunda à sexta, das 7 às 14 h, ou pelo e-mail pneumohsi@scmba.com.br As vagas são limitadas.

“As doenças respiratórias podem ser divididas em alérgicas e infecciosas, embora em certos pacientes ambas as situações estejam presentes, aumentando o risco de complicações e criando um ciclo vicioso. As alergias favorecem as infecções assim como as infecções, especialmente as virais, agravam as doenças alérgicas”, explica o especialista.

Em Salvador a taxa de pacientes com rinite alérgica é próxima aos 40% em crianças de 6 a 7 anos, a maior entre as cidades brasileiras. A prevalência de asma brônquica no grupo etário de 13 a 14 anos é de 27,1%. “O frio torna as vias aéreas mais susceptíveis aos fatores ambientais, como ácaros, fumaça de cigarro, odores fortes (perfumes, incenso, detergentes), pelos ou proteínas liberadas por animais (como a da saliva do gato)”, informa o médico.

Segundo ele, no inverno, ocorre a chamada inversão térmica, o frio e o tempo nublado impedem a dispersão de poluentes na atmosfera, que permanecem em baixa altitude e em maior concentração, contaminando as pessoas e desencadeando crises alérgicas nos indivíduos geneticamente predispostos, como portadores de Asma, Rinite e DPOC (conhecida no passado como bronquite e enfisema).

Fonte: Ascom Santa Casa de Misericórdia
/doenças/pneumonia/simpósio