Notícias /

Ciocs contabiliza 303 atendimentos desde o início da Copa

05/07/2014 20:26

Desde o início da Copa do Mundo Fifa Brasil 2014, no dia 12 de junho até esta sexta-feira, 4 de julho, quando ocorreram dois jogos pelas quartas de final do Mundial, o Centro Integrado de Operações Conjuntas da Saúde – CIOCS de Salvador – contabilizou 303 atendimentos nos Postos Médicos Avançados, instalados na Barra, onde é realizada a Fifa Fan Fest (268 atendimentos) e nos bairros de Nazaré e Barris, nas proximidades da Arena Fonte Nova (35 atendimentos). Das 303 pessoas atendidas até agora, 42 são turistas estrangeiros. A maior parte das ocorrências foi relacionada à cefaléia, náusea, vômitos e diarreia. Nenhum dos casos foi considerado grave.

Esses números parciais foram apresentados neste sábado, 5 de julho, pelos secretários da Saúde do Estado, Washington Couto, Estadual da Copa, Ney Campello e a diretora de Atenção à Saúde do Município, Luciana Peixoto, representando o secretário municipal da Saúde, Antonio Rodrigues Alves, em reunião no Ciocs, localizado na sede da Central Municipal de Regulação, no Complexo César de Araújo, Largo do Tamarineiro, Pau Miúdo, de onde são coordenadas as ações previstas no Plano Operacional das Ações da Área de Saúde durante a Copa do Mundo 2014.

Para o secretário da Saúde do Estado, Washington Couto, a Sesab conseguiu articular de maneira eficiente toda a sua rede em benefício do baiano e do turista que chega à cidade para assistir aos jogos. “Coordenamos as atividades do pré hospitalar móvel, com a Secretaria Municipal, através do Samu e também ampliamos o número de vagas em nossos hospitais, além da importante ampliação da capacidade de articulação com a vigilância epidemiológica e ações preventivas para atender tanto o torcedor que está no estádio, quanto àquele que está na Fan Fest ou assistindo aos jogos em outros locais da cidade”, pontuou Couto.

Integração

Os representantes da saúde estadual e municipal e Secopa também acompanharam o desenvolvimento das atividades no local, que reúne os trabalhos de assistência de órgãos municipais, estaduais e federais, como a Superintendência de Vigilância e Proteção da Saúde (Suvisa), com ações da Vigilância Sanitária, Ambiental e Epidemiológica, Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e do Ministério da Saúde, por meio da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), em um trabalho articulado entre os postos avançados e os hospitais estratégicos: Octávio Mangabeira, Roberto Santos e Geral do Estado (HGE). Foram registrados ainda , 447 atendimentos no posto médico oficial da Fifa, dentro do estádio.

“Estou muito satisfeito em participar dessa cooperação entre estado e município com o objetivo de prestar um excelente serviço à população. E não estou surpreso com o êxito da Copa, porque tudo isso é fruto de planejamento e comprometimento de todos os atores envolvidos. Espero que essa integração conseguida na área de saúde seja um dos legados da Copa na Bahia”, afirmou o secretário Ney Campello.

O CIOCS em Salvador está interligado aos demais Centros instalados nas outras cidades sedes da Copa do Mundo e é coordenado conjuntamente pela Sesab e Secretaria Municipal de Saúde de Salvador (SMS). Do local, os profissionais da Sesab, SMS e Ministério da Saúde têm capacidade de coordenar ações da saúde e os espaços de atendimento.

Proteja o Gol

A campanha global “Proteja o Gol, nesta partida não deixe a AIDS marcar”, já realizou 1.262 testes rápidos para detecção do HIV com 42 casos foram confirmados, em uma unidade móvel instalada na Barra. Todos foram encaminhados para a rede de referência. Desde o início da competição, as equipes já distribuíram um total de 432 mil preservativos.

A iniciativa é uma promoção do Programa Conjunto das Nações Unidas para o HIV/AIDS (Unaids), em parceria com o Fundo de Populações das Nações Unidas (UNFPA), Ministério da Saúde, Governo da Bahia e Prefeitura de Salvador.

A.S. – DRT-BA – 3509
/geral/visita ciocs2