Notícias /

Parceria entre Estado e município possibilita funcionamento de hospital no oeste

11/07/2014 14:51

Mais de 70 mil moradores de seis municípios do oeste baiano já podem ser atendidos no Hospital Antônio José de Araújo, inaugurado nesta sexta-feira (11), em Cristópolis, a 77 quilômetros de Barreiras, pelo governador Jaques Wagner. Com capacidade para até 200 atendimentos diários, a unidade municipal de média complexidade foi reformada e ampliada com recursos municipais e estaduais.

Durante a inauguração, o governador anunciou também o contrato entre a Secretaria da Saúde do Estado (Sesab) e o Fundo Municipal de Saúde para que o hospital receba anualmente verba no valor de R$ 1, 7 milhão. “Nós estamos preocupados em ampliar sempre a estrutura de saúde e aqui é mais um avanço. Este hospital tinha uma parte pronta. Agora, fizemos um investimento de aproximadamente R$ 600 mil e estamos assinando um contrato com a prefeitura para dar sustentação a isso.

Josefa Joaquina Santana, 61 anos, e Laudelino Santana, 73, afirmaram que estão mais tranquilos com o novo hospital na cidade. “Eu estou me sentindo feliz e alegre porque só tínhamos um posto de saúde e há muito tempo a gente vem lutando para ter este hospital funcionando. Meu marido tem problema de saúde e precisávamos sair correndo para Barreiras. Agora, o socorro está perto, na mesma cidade”.

Belarmina Silva, 63, disse que já levou para Barreiras e Brasília pessoas doentes e mulheres grávidas. “Moro na zona rural e para mim hoje é um dia muito especial. Não tenho palavras para agradecer a inauguração deste hospital, que muda tudo na vida da população. Cristópolis precisa e merece uma unidade deste tamanho”.

Morador da zona rural, Rafael Neves, 27, tem um filho que está completando um ano. “Ter atendimento para crianças e idosos aqui era muito difícil para a gente. Tinha que ir para Barreiras. Agora, ficou muito bom com este hospital na cidade”.

Especialidades

Além de urgência e emergência, o hospital conta com centro cirúrgico, 37 leitos para internamento, pediatria, obstetrícia, ginecologia, ortopedia, fisioterapia, laboratório de análises clínicas e outras especialidades.

Segundo o prefeito de Cristópolis, Antônio Pereira, seria impossível manter um hospital do porte do Antônio José de Araújo sem uma parceria com o Estado. “O município não tem condições de arcar com as despesas, mas com o governo estadual o hospital será um sucesso na nossa região”.
Secom
Hospitais/cristopolis