Notícias /

Comitiva do Ministério da Defesa e Exército Brasileiro conhece o modelo de PPP do Hospital do Subúrbio

18/08/2014 17:23

Uma comitiva composta por militares de alto escalão que servem no Rio de Janeiro, em Brasília e Salvador, incluindo quatro generais e o secretário-geral do Ministério da Defesa, Ari Matos Cardoso, visitou o Hospital do Subúrbio (HS) na sexta-feira (1º/08), e se reuniu com diretores da unidade e representantes do governo baiano. O grupo assistiu a apresentações sobre a estrutura organizacional e a formatação da PPP do HS, além de percorrer as instalações e conferir in loco o funcionamento de vários setores do hospital.

“A experiência do Hospital do Subúrbio servirá como referência em pelo menos 12 projetos de PPP das Forças Armadas, seja na área de saúde, a exemplo do Hospital das Forças Armadas (HFA), em Brasília, seja na área de educação, isto é, em colégios militares, na manutenção de aeronaves, no arsenal de marinha e outros. Esta visita deu a dimensão da eficiência, da transparência do modelo de PPP, de como os custos podem ser vantajosos e da qualidade do atendimento aos pacientes”, ressaltou o secretário de Pessoal, Ensino, Saúde e Desporto do Ministério da Defesa, general Joaquim Silva e Luna.

“Diante do que vimos, dos resultados deste hospital, nos convencemos de que a modelagem da PPP é a solução, um modelo a ser aplicado. Volto com a sensação de dever cumprido”, declarou o secretário-geral do Ministério da Defesa, Ari Matos Cardoso.

Durante a manhã de trabalho, na companhia do presidente da Prodal Saúde – concessionária responsável pela operação do HS, Jorge Oliveira, da diretora geral da unidade, Lícia Cavalcanti, do diretor médico, Jorge Motta, do secretário executivo da Unidade de PPP do Estado, Rogério Princhar, da coordenadora da Comissão de Acompanhamento e Gestão do HS, Yumi Wakabayashi, e de outros coordenadores da unidade, a comitiva conheceu diversos setores do hospital, a exemplo de UTIs, enfermarias, salas de imagem e laudos, além da recepção principal, onde pacientes aguardavam atendimento.

Após enumerar as vantagens da adoção de PPP’s no setor de saúde, o secretário executivo Rogério Princhar destacou que o sucesso da PPP do HS se deve à capacidade técnica e profissional da atual equipe gestora, “na qual estão inseridas pessoas engajadas e comprometidas com a qualidade do serviço e que possuem a visão ampla de agregar valores à sociedade”.

Colocando-se à disposição dos militares para possíveis visitas futuras, o presidente da Prodal Saúde, Jorge Oliveira, considerou que a Parceria Público-Privada se configura como um modelo a ser replicado no segmento de saúde. “Sem dúvida, este é o caminho. E o Ministério da Defesa e o Exército Brasileiro estão na direção certa”, enfatizou.

Concessão

A Prodal Saúde, como explicou Oliveira, é a empresa que ganhou a concessão do Hospital do Subúrbio por dez anos, num leilão realizado na BM&F Bovespa, em março de 2010. O consórcio formado pelas empresas Promédica (baiana) e Dalkia (francesa), atual Vivante, venceu a licitação para a PPP que administra o Hospital do Subúrbio. O Estado construiu a estrutura física e o consórcio aparelhou, equipou, mobiliou e administra o hospital.

“A PPP tem alcançado os resultados devido ao acompanhamento, monitoramento e fiscalização feitas por uma equipe multidisciplinar, com médicos, enfermeiros, contadores, administradores, entre outros profissionais. Esse envolvimento assegura a resolução de problemas em parceria. Também foram definidas metas a serem alcançadas pelo consórcio gestor. Entre elas, destaca-se a acreditação no prazo de dois anos”, pontuou Jorge Oliveira. Atualmente o HS possui a Acreditação nivel 1, conquistada em 2012, e poderá obter o nível 2 ainda em agosto deste ano, quando receberá a visita do Instituto Qualisa de Gestão (IQG) – instituição credenciada pela ONA (Organização Nacional de Acreditação).

Em sua apresentação, o presidente da Prodal Saúde destacou também que a Promédica, empresa de medicina de grupo pioneira no Norte-Nordeste, opera planos empresariais e presta serviços médico-hospitalares há 45 anos. “Contamos com a expertise de uma instituição que é lider do setor de saúde na Bahia”.

Agradecendo a visita da comitiva do Ministério da Defesa e do Exército Brasileiro, a diretora-geral do HS, Lícia Cavalcanti, definiu o hospital como “um sonho realizado”, e ressaltou que o equipamento é administrado com base nos princípios da ordem, disciplina e hierarquia, que são amplamente adotados no segmento militar. “É assim que conduzimos as nossas ações, primando sempre pela qualidade do serviço prestado e por valores como a ética e o respeito ao próximo”.

Fonte: Ascom HS
/HS/visita exército