Notícias /

Qualificação para a assistência é reforçada na maternidade do HGRS

20/08/2014 20:01

Situações corriqueiras no dia-a-dia de um hospital, como lavar corretamente as mãos antes de entrar em contato com os pacientes, ganham contornos mais impactantes quando são dramatizados, levando as pessoas a refletirem sobre cada ação praticada e buscarem melhorar sua atuação na assistência. Por isso, a dramatização foi escolhida como método na Oficina de Capacitação em Qualidade na Assistência, que acontece hoje e amanhã (21) no Hospital Geral Roberto Santos.

A oficina envolve servidores das mais diversas categorias profissionais que estão mais ligadas, direta ou indiretamente, ao atendimento prestado às usuárias da Maternidade Dulcinéia Moinho, que compreende o Centro Obstétrico (Emergência Obstétrica), o alojamento conjunto para mães e bebês e o Mãe Canguru. A iniciativa, conduzida pela diretoria técnica Materno-Infantil, faz parte do programa Rede Cegonha, do Ministério da Saúde, e conta com participação também de técnicos do HumanizaSUS.

Fazer diferente

Maqueiros, copeiros, recepcionistas, ascensoristas, vigilantes, equipes de higienização e outros segmentos participam da capacitação, considerada importante pela diretora geral do HGRS, Delvone Almeida, por permitir aos servidores o crescimento não apenas profissional, mas pessoal. “A qualificação é muito valorizada atualmente. E é gratificante saber que o bom acolhimento da gestante e do seu parceiro ou acompanhante faz parte do processo de humanização do parto, e o parto humanizado faz toda a diferença para reforçar o laço do núcleo familiar com aquela criança que acaba de nascer”, salientou.

“É possível fazer diferente e fazer melhor no nosso atendimento”, reforçou a diretora técnica Materno-Infantil, Alcione Bastos. Segundo Alcione, muitos profissionais desconhecem seu próprio potencial e não se dão conta de suas conquistas, e a capacitação com métodos lúdicos, como a dramatização, traz novas dinâmicas e conhecimentos. “As pessoas vão trazendo o que têm de melhor, e transmitindo sua experiência e seu saber para o outro. Todos nós temos o que aprender”, disse.

O treinamento acontece durante a tarde no Núcleo de Telessaúde do HGRS, das 13 às 17 horas. Os grupos são divididos em duas turmas na hora de por em prática a Oficina de Dramatização, ministrada em etapas por uma equipe formada por profissionais de vários setores: Psicologia, Medicina, Enfermagem, Terapia Ocupacional, Controle de Infecção Hospitalar, Educação Permanente, Recursos Humanos.

B.F. / DRT/Ba 1158
/hgrs/treinamento2