Notícias /

14ª Oficina de Trabalho Interagencial da Ripsa Bahia será amanhã

15/12/2014 17:36

Será realizada amanhã (16), a partir de 9 horas, no Hotel Fiesta, a 14ª Oficina de Trabalho Interagencial – OTI da Rede Interagencial de Informação para Saúde (Ripsa) Bahia, quando será lançado o principal produto da Rede: Indicadores e Dados Básicos da Bahia – IDB 2014. Este documento reúne indicadores demográficos, socioeconômicos, de morbidade e fatores de risco, mortalidade, recursos e cobertura de ações e serviços de saúde.

A Ripsa foi implantada para subsidiar a gestão e o desenvolvimento SUS, diante da complexa interação de fatores que intervêm no processo saúde-doença. A Rede reúne instituições responsáveis pela produção de informações de interesse na área da saúde, para a elaboração de estudos e indicadores, fundamentais para a tomada de decisão e o planejamento estratégico.

Em 2008, a Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab), reconhecendo a importância da informação para o fortalecimento da ação governamental, manifestou interesse em participar do projeto piloto “Ripsa no Estado” e com isso, a Bahia foi um dos cinco estados pioneiros na implantação da Rede.

O Projeto Ripsa no Estado é uma experiência inovadora de trabalho em rede, integrando diversas instituições como Sesab, Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais da Bahia, Datasus, Instituto de Saúde Coletiva – ISC/UFBA, dentre outras.

O objetivo da estratégia Ripsa é discutir o tema da informação em saúde, qualificar, validar indicadores, aprimorar e ampliar a utilização das informações, bem como promover estudos de temas de interesse. As Oficinas da Ripsa Bahia contam com ampla participação dos seus membros e as decisões são obtidas por consenso.

Após seis anos ininterruptos de atividade, é possível afirmar que a Ripsa Bahia é uma experiência exitosa. Apesar de saber-se que ainda há um longo caminho a ser percorrido no que se refere à melhoria da qualidade da informação de saúde no Estado da Bahia, muito já foi conquistado na medida em que tem impulsionado a qualificação dos dados disponibilizados e a ampliação de sua utilização. A coordenação geral da Rede Estadual está sob a responsabilidade da Sesab, através da Diretoria de Informação em Saúde – DIS.

Ascom/Sesab
Ripsa/release