Notícias /

Sesab e Bloco Mascarados levam prevenção às ruas durante o carnaval

05/02/2015 20:35

Prevenção de DST/Aids e incentivo ao diagnóstico precoce do HIV são ações que serão incentivadas pelo Bloco da Camisinha, que neste carnaval será reeditado através da parceria entre a Secretaria da Saúde do Estado (Sesab) e o bloco Os Mascarados, lançado nesta quinta-feira (05), no Restaurante Amado, em Salvador.

Com o apoio do Programa Conjunto das Nações Unidas sobre HIV/Aids (Unaids) e o Ministério da Saúde (MS), as atividades a serem realizadas neste carnaval consistem em sensibilizar a população durante a maior festa de rua que ocorre no país com a distribuição de preservativos, material informativo e a realização de testes rápidos para detecção de HIV, que terão dois pontos em Salvador durante a festa, além de outros dois em Porto Seguro.

Na quinta-feira (12), durante o percurso do bloco Os Mascarados no circuito Dodô (Barra-Ondina), equipes da Sesab vão distribuir materiais como folder, panfletos juntamente com camisinhas para os foliões. De acordo com a superintendente de Vigilância e Proteção da Saúde, Ita de Cácia Aguiar, este é “um espaço oportuno para alertamos e sensibilizarmos a população, sobretudo os jovens, para a prevenção da doença”. E completou, “podem brincar e namorar a vontade, mas não esqueçam de usar a camisinha”.

Jaqueline Azevedo, diretora dos Mascarados, define o bloco como o mensageiro das causas sociais. Ela acrescenta “conseguimos trazer um conceito para a festa”.

Os artistas presentes ao evento, que serão parceiros do bloco e das ações da Sesab, também fizeram coro sobre a importância da prevenção durante o carnaval. A cantora Mariene de Castro, que em 2010 foi homenageada pela Sesab com o Troféu Artista Voluntário na Luta contra a Aids, destacou que Os Mascarados é um bloco cidadão, voltado para as questões sociais como o combate à prostituição infantil, exploração sexual, cuidado e prevenção da Aids. “O bloco vem para rua no sentido de brincar, fazer festa, mas também é um excelente momento para falar de todas essas questões que estão ali na rua”.

Luiz Miranda, que foi eleito o Rei dos Mascarados deste ano, destacou que campanhas sócio educativas são de responsabilidades de todos, “inclusive nós, artistas, e de toda a sociedade. Brinquem, se divirtam mas com responsabilidade e cuidado consigo e com o outro”.

Além do apoio da Sesab, o Bloco Mascarados/Bloco da Camisinha terá o apoio das secretarias de Turismo, Cultura e de Política para as Mulheres. A secretária de Política para as Mulheres, Olívia Santana, afirmou que a SPM luta contra todas as formas de discriminação e violência, “mas para que isso aconteça, nós temos que sensibilizar toda a sociedade e Os Mascarados vão engrossar nossa voz neste Carnaval”.

Aids na Bahia: No período de 1984 a 2014 o estado registrou 24.086 casos de Aids, destes 62,7% em pessoas do sexo masculino e 37,3% femininos. A faixa etária com maior registro da doença está entre 30 a 49 anos. A relação é de 1,6 casos em homens para cada caso em mulher. Salvador é o município com o maior número de casos, com 12 mil.

S.C. DRT-BA – 3135
Carnaval/mascarados

Notícias relacionadas