Notícias /

Seminário no HGRS promove reflexões sobre o cuidado em terapia intensiva

04/03/2015 19:58

“O cuidar em UTI: práticas e reflexões pela segurança do paciente” foi o tema do III Seminário de Terapia Intensiva do HGRS realizado nesta terça-feira (03) no Auditório central do Hospital Geral Roberto Santos (HGRS). O evento, organizado pela Diretoria de Ensino de Enfermagem, apresentou e discutiu temas como a segurança do paciente no ambiente hospitalar, a segurança do paciente crítico e a interface no cuidado seguro, enfoques centrais das três mesas-redondas, cada qual tratando de diversos subtemas.

O seminário contou com parceria da Residência de Enfermagem Intensiva da UFBA, UNEB e FAMAM (Faculdade Maria Milza) e Hospital da Cidade, de acordo com a enfermeira Priscila Grisi, coordenadora da Diretoria de Ensino de Enfermagem do HGRS. Outros profissionais da Enfermagem do HGRS participaram do evento, a exemplo de Jefferson Cruz, representante da diretoria do hospital na solenidade de abertura, e Maria do Espírito Santo da Silva, coordenadora do Núcleo de Segurança do Paciente (NSP) e do Comitê de Ética em Pesquisa. Também integrou a mesa de abertura a professora Larissa Chaves, coordenadora de Residência de Enfermagem em Terapia Intensiva da Universidade Federal da Bahia – UFBA.

Profissionais, estudantes e residentes do HGRS e da rede SUS (Sistema Único de Saúde) lotaram o Auditório. Em nome da diretoria, Jefferson Cruz destacou o alcance do HGRS enquanto hospital de ensino. “Para além da formação técnica, o Hospital Roberto Santos avança para a realização da pesquisa científica e para a elaboração do pensamento crítico frente ao intensivismo. Esse Seminário atesta a importância atesta a importância da interdisciplinaridade e da valorização dos diversos saberes”, afirmou.

Segurança do Paciente

As atividades sobre segurança do paciente são desenvolvidas no Hospital Geral Roberto Santos desde 2012. Maria do Espírito Santo destaca a importância da integração da rede assistencial do SUS e, em particular, a rede interna do HGRS para o sucesso desse projeto. “Integrar os profissionais e acadêmicos aqui atuantes em todas as áreas, de todas as categorias, é essencial para que a segurança do paciente seja efetiva, visando à melhoria de qualidade do cuidado ao usuário, que não é apenas o paciente, mas os familiares e acompanhantes”.

Tema fundamental para impulsionar a melhoria do cuidado assistencial, a segurança do paciente vem sendo estudada desde a década de 1990, mas ainda não é suficientemente discutida nas instituições de saúde. O Hospital Geral Roberto Santos é um dos poucos a contar com um Núcleo de Segurança do Paciente (NSP) e desenvolver um trabalho sistemático sobre a questão no estado da Bahia.

B.F. – DRT/Ba 1158
Ascom HGRS
Roberto Santos/seminário

Notícias relacionadas