Notícias /

Experiências britânicas e brasileiras em PPPs de saúde serão apresentadas em seminário nesta quarta (25), em Salvador

23/03/2015 18:16

Pioneiro no mundo em parcerias público-privadas (PPPs), com mais de 100 projetos consolidados, o Reino Unido inspirou diversos países a adotar este modelo de concessão, que lá é chamado de Private Finance Initiative (PFI). Um paralelo entre este modelo e as iniciativas desenvolvidas no Brasil, com ênfase na área de saúde, será apresentado durante o seminário “PPP em Saúde: lições das experiências britânicas e brasileiras”, que acontece nesta quarta-feira (25), das 9h às 17h, no auditório da Procuradoria Geral do Estado da Bahia (PGE), em Salvador.

O seminário, que contará com a participação de cerca de 100 servidores federais, estaduais e municipais que atuam no segmento, é uma promoção da Secretaria da Fazenda da Bahia (Sefaz-Ba) em parceria com a Embaixada Britânica no Brasil, a London School of Economics (LSE Enterprise), a Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo (FESPSP) e a RedePPP, rede intergovernamental voltada para o desenvolvimento de projetos de PPP.

Um dos líderes nacionais no desenvolvimento de projetos de PPP e referência internacional em parcerias do gênero na área de saúde, o estado da Bahia exerce ainda a coordenação nacional da RedePPP e vem se consolidando como um polo de reflexão sobre o tema, tendo sediado, em 2014, o seminário internacional “PPP: resultados e perspectivas”, que reuniu cerca de 400 participantes na Arena Fonte Nova – um exemplo de parceria bem sucedida na área esportiva.

Entre os palestrantes confirmados para o seminário “PPP em Saúde: lições das experiências britânicas e brasileiras” estão Gareth Moore, cônsul geral do Reino Unido para a Região Nordeste; Bruno Pereira, sócio da Radar PPP e fundador do portal PPP Brasil; Rogério Princhak, coordenador da RedePPP e chefe da unidade de PPP da Bahia; Richard Porter, líder da Healthcare UK (organização do governo britânico) para a América Latina; Rosane Lohbauer, responsável pela implantação do primeiro projeto de PPP na área de Saneamento em São Paulo; e Gabriel Galipolo, sócio da Galipolo Consultoria Ltda, responsável pela modelagem econômica de diversos projetos de PPP.

Como desdobramento da programação, será realizada, no dia 26 de março, no mesmo local, a 3ª reunião da RedePPP, com a participação de cerca de 50 integrantes do grupo, vinculados ao setor público nas esferas federal, estadual e municipal.

Hospital do Subúrbio é referência internacional

Maior destaque entre as PPPs em saúde da Bahia, o Hospital do Subúrbio (HS) foi considerado em 2012 uma das iniciativas mais inovadoras do mundo pela conceituada consultoria KPMG. A unidade iniciou o atendimento à população baiana em setembro de 2010, e hoje beneficia cerca de um milhão de pessoas. Possui 373 leitos, e se destina ao atendimento de alta complexidade para crianças e adultos.

O governo baiano conta com outras iniciativas de PPP na área de saúde. A mais recente é a Central de Diagnóstico por Imagem (Telemedicina), que será inaugurada neste ano com o objetivo de modernizar o serviço nos hospitais estaduais. Outro contrato nessa área é o do Instituto Couto Maia, em Salvador, hospital especializado no tratamento de doenças infecciosas.

Iniciados em 2007, os contratos de operação via PPP na Bahia incluem também o Emissário Submarino de Jaguaribe, a Arena Fonte Nova e o Metrô Salvador-Lauro de Freitas. Estão em estudo ainda os projetos da Plataforma Logística do São Francisco, de Gestão e Gerenciamento de Resíduos Sólidos Urbanos, do Sistema Viário do Oeste (Ponte Salvador-Itaparica) e do Centro de Convenções do Estado da Bahia.

Fonte: Sefaz  
/ppp/sefaz2

Notícias relacionadas