Notícias /

Campanha de vacinação contra a gripe realizada no HEC

06/05/2015 14:16

A campanha de vacinação contra o vírus Influenza 2015 – causador da gripe – foi iniciada pelo Ministério da Saúde, na última segunda-feira (4), em todo o país. Todos os brasileiros que fazem parte do chamado grupo prioritário devem ser imunizados até o dia 22 deste mês.

Compõem o grupo principal da campanha as crianças entre seis meses e cinco anos; idosos a partir de 60 anos, gestantes e puérperas (mulheres que tiveram filhos nos últimos 45 dias); indígenas, funcionários do sistema prisional e detentos; pessoas com doenças crônicas, e profissionais de saúde pública.

No Hospital Estadual das Criança (HEC) , a vacinação está disponível para os profissionais de saúde que trabalham na unidade e demais colaboradores a partir desta quarta-feira (6) até a sexta-feira (8). Segundo a coordenadora de Enfermagem da unidade hospitalar, Lívia Leite, a ação visa contribuir com o Ministério da Saúde na busca do maior número possível de pessoas imunizadas contra a doença.

“Esta vacina é muito importante, pois ajuda a reduzir o número de complicações e óbitos ocasionados pela gripe. Em parceria com o Núcleo de Epidemiologia do HEC, resolvemos entrar em contato com a Secretaria da Saúde do Estado a fim de que fossem disponibilizadas as vacinas, uma vez que esta unidade hospitalar tem seu quadro de funcionários composto por profissionais de saúde de diversas especialidades. Torcemos para que seja possível imunizar o maior número de profissionais de saúde possível”, declara a enfermeira.

A vacina, disponibilizada pelo MS, protege a população contra os três subtipos do vírus da gripe determinados pela Organização Mundial de Saúde (OMS) para este ano (A/H1N1, A/H3N2 e influenza B). Segundo o MS, estão sendo disponibilizadas, ao todo, 54 milhões de doses para a imunização de 49,7 milhões de pessoas. Vale ressaltar que é preciso que a pessoa que será vacinada esteja com o cartão de vacinação e um documento de identificação em mãos.

Transmissão

A transmissão dos vírus influenza acontece por meio do contato com secreções das vias respiratórias, eliminadas pela pessoa contaminada ao falar, tossir ou espirrar. Ocorre ainda por meio das mãos e de objetos contaminados, quando entram em contato com mucosas (boca, olhos, nariz).

Precauções

Lavar as mãos várias vezes ao dia, cobrir o nariz e a boca ao tossir e/ou espirrar, evitar tocar o rosto, e não compartilhar objetos de uso pessoal são medidas preventivas que podem ser adotadas pela população em geral no dia a dia, a fim de evitar a doença.

Fonte: Ascom do HEC  
Hospital da Criança/vacina

Notícias relacionadas