Notícias /

Sesab capta investimento internacional de US$ 600 mil para tratamento de diabetes

19/05/2015 21:43

Um projeto do Centro de Diabetes e Endocrinologia do Estado da Bahia (Cedeba) voltado para a atenção básica ao diabético, receberá investimentos de US$ 600 mil nos próximos três anos vindos da World Diabetes Foundation (WDF), organização mundial de promoção ao cuidado e prevenção da doença. A boa notícia veio após a apresentação dos resultados do Projeto de Qualificação do Cuidado e Mobilização Comunitária em Diabetes (Proced), que está em fase final de execução na unidade, ao secretário da Saúde da Bahia, Fábio Vilas-Boas, e aos parceiros WDF e a Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS), nesta terça-feira (19).

“O modelo desenvolvido pelo Cedeba é um modelo que funciona e que é possível ser implementado com sucesso para a atenção primária, nível fundamental para atender ao diabético”, afirmou o Coordenador da WDF, Bent Lautrup-Nielsen. Após a apresentação dos resultados, a organização ofereceu ao Estado a possibilidade do investimento para uma segunda fase, com fortalecimento e expansão da atenção básica ao diabético na capital e em outros municípios.

O investimento, a ser iniciado no próximo ano, será voltado para Salvador e inicialmente a Região Metropolitana (RMS). “O investimento vem como um reconhecimento do trabalho de sucesso realizado pela instituição. Precisamos dessas iniciativas para expandir o atendimento para pacientes do interior. Hoje 70% dos pacientes do Cedeba são da capital”, disse o secretário Fábio Vilas-Boas.

Resultados

“Conseguimos, com apenas três meses de intervenção, mapear a detecção do diabetes em 20% nos municípios de Paulo Afonso, Cícero Dantas e Dias D´Ávila”, afirma Reine Chaves, diretora do Cedeba. Além do mapeamento, o projeto conseguiu ampliar em seis vezes o número de solicitações de hemoglobina glicada (indicador de controle do diabetes) e ampliar em cinco vezes a detecção de pé diabético nos pacientes assistidos.

Ascom/Sesab
Cedaba/OPAS

Notícias relacionadas