Notícias /

Triagem Neonatal na Bahia será abordada em Webpalestra na quinta-feira

08/06/2015 14:23

Dando continuidade à parceria entre a Secretaria da Saúde do Estado da Bahia/Diretoria de Gestão do Cuidado (DGC) e o TelessaúdeBA/FESF (Fundação Estatal Saúde da Família) para o fortalecimento da Atenção Básica no Estado, em comemoração ao Dia Nacional do Teste do Pezinho, será realizada webpalestra sobre “Triagem Neonatal no Estado da Bahia”, na próxima quinta-feira, dia 11, às 14h30m, a ser ministrada por Maria do Rosário Barretto, pediatra da Área Técnica de Saúde da Criança da Sesab e coordenadora do Programa de Triagem Neonatal do Estado da Bahia.

Na webpalestra, será possível informar e esclarecer os profissionais da Atenção Básica sobre os conceitos, marcos legais, indicadores no Estado baiano, desafios e perspectivas, bem como o papel da gestão municipal e estadual, como parte das ações para o fortalecimento da Rede Cegonha no Estado.

O Dia Nacional do Teste do Pezinho foi instituído como sendo no dia 6 de junho, através da Lei 11.605 de 5/12/2007. Tem como objetivo chamar a atenção da população para os objetivos do Programa Nacional de Triagem Neonatal (PNTN), criado através da Portaria GM/MS nº 822 de 06/06/2001. O objetivo do Programa Nacional de Triagem Neonatal (PNTN) e da Triagem Neonatal, enquanto procedimento, consiste em promover o diagnóstico precoce das doenças triadas em todos os nascidos vivos, em fase anterior ao surgimento de sinais e sintomas (fase pré-sintomática), permitindo o tratamento precoce, diminuindo a morbidade, suas sequelas e a mortalidade gerada pelas mesmas.

Para que este objetivo seja alcançado no Estado, é primordial que 100% dos nascidos vivos realizem a coleta do Teste do Pezinho do 3º ao 5º dia de vida, cuja amostra deve ser enviada ao Serviço de Referência em Triagem Neonatal (SRTN) da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais de Salvador (APAE – Salvador) para exames de triagem, confirmação diagnóstica e acompanhamento das crianças no próprio SRTN ou em serviços especializados.

O SRTN da APAE/Salvador funciona desde 2001, credenciado pelo Ministério da Saúde e Secretaria da Saúde do Estado, como referência para a realização do Teste do Pezinho. Atualmente o Programa de Triagem Neonatal tem uma cobertura de 86% dos nascidos vivos, sendo que das 174.939 crianças que realizaram o teste do pezinho em 2014, apenas 22% (equivalente a 39.340 crianças) fizeram a coleta de 3 a 5 dias de vida.

É fundamental que os municípios busquem estratégias para que todos os recém-nascidos realizem a coleta do teste do pezinho na idade ideal (3º ao 5º dia de vida), encaminhem as amostras no máximo em 5 dias úteis após a coleta, para tornar possível o diagnóstico precoce, com início do tratamento no primeiro mês de vida.

Para mais informações sobre a Webpalestra no site da Telessaúde

Fonte: DGC
Cursos e concursos/pezinho

Notícias relacionadas