Notícias /

Adoecimento por sofrimento psíquico é tema de debate no HGRS

19/06/2015 20:34

Os afastamentos por transtornos psíquicos têm sido crescentes nos mais diversos ambientes de trabalho. No Hospital Geral Roberto Santos (HGRS), essa realidade preocupante também afeta um número cada vez maior de servidores e é a segunda causa de afastamentos, motivo que levou o SIAST – Serviço Integrado de Atenção à Saúde do Trabalhador – a escolher o assunto como tema da primeira de uma série de Rodas de Conversa, ocorrida hoje (19) na Sala de Reunião do prédio Anexo do HGRS.

Diretores e coordenadores de diversos setores e serviços se debruçaram sobre o tema “Sofrimento Psíquico” para melhor conhecerem a questão, trocar experiências e receber orientações de profissionais capacitados, entre eles, a terapeuta ocupacional Carina Brandão, que conduziu uma apresentação enfocando o adoecimento psíquico, e a enfermeira Flávia Sampaio, coordenadora do SIAST do HGRS. “O próximo encontro da Rodas de Conversa reunirá trabalhadores. Hoje, escutamos os coordenadores e diretores que lidam com os trabalhadores adoecidos”, disse Flávia.

De acordo com a enfermeira, os transtornos psíquicos já representam a segunda causa de adoecimento no serviço público estadual de uma forma geral, não apenas na área de saúde – os transtornos osteomusculares ocupam o primeiro lugar. Os atestados médicos recebidos mostram o perfil de adoecimento: em 2012, os afastamentos secundários aos transtornos psíquicos representaram 7% do total; em 2013, somaram 13% e, em 2014, já foram 15% do total de dias de afastamento dos servidores, contra 25%, 32% e 23% dos transtornos osteomusculares, respectivamente.

“Nosso objetivo, ao escutar os coordenadores que estão lidando com essas pessoas adoecidas, é instruí-los para que sejam capazes de detectar precocemente os sinais do adoecimento psíquico, de forma a evitar os surtos e a piora dos quadros apresentados, protegendo a saúde dos trabalhadores”, esclarece Flávia Sampaio. Readaptação funcional, com estratégias de superação e enfrentamento das realidades vividas também foram questões discutidas na Roda de Conversa.

A Saúde do Trabalhador é uma área da Saúde Pública que lida com as relações existentes entre o trabalho e a saúde e os seus objetivos são de promover e proteger a saúde dos trabalhadores mediante ações de vigilância aos riscos, às condições e às doenças ocupacionais, bem como de organizar e prestar assistência aos trabalhadores.

B.F. – Jornalista DRT/BA 1158
Ascom HGRS  
HGRS/sofrimento psíquico

Notícias relacionadas