Notícias /

Hospital do Subúrbio recebe comitiva de Campo Largo (Paraná)

20/07/2015 21:47

Uma delegação composta por representantes do Governo do Paraná visitou, nesta sexta-feira (17), o Hospital do Subúrbio (HS), reunindo-se com diretores e percorrendo as instalações da unidade. Desde que foi inaugurado, o HS – primeira unidade hospitalar pública do Brasil por meio de Parceria Público-Privada (PPP), reconhecida pelo excelente desempenho na assistência à saúde implantada no Subúrbio Ferroviário da capital baiana -recebe a visita de órgãos e entidades nacionais e estrangeiras interessadas em conhecer de perto seu funcionamento da PPP.

Com o anúncio de que a unidade conquistou a categoria ‘Melhoria na prestação de serviços públicos’, do Prêmio do Serviço Público das Nações Unidas, lideranças do município de Campo Largo, município da região metropolitana de Curitiba, organizaram uma comitiva para conhecer o modelo de sucesso e buscar informações para melhorar o serviço de atenção à saúde da população de seu município.

A intenção é que, a partir da experiência baiana, implementar um projeto de PPP no centro médico da cidade, que possui 120 mil habitantes e é o 14º município mais rico do Paraná em Produto Interno Bruto (PIB). “Como primeiro projeto de PPP no Brasil, o Hospital do Subúrbio de Salvador tornou-se benchmarking para o setor, devido ao sucesso na implementação e os resultados apresentados pela gestão. Prova disso, são os prêmios e as certificações que a unidade conquistou. Percebemos os benefícios para a comunidade, dificuldades enfrentadas e recebemos todas as orientações para perceber que este é um modelo interessante para um município-polo. É algo novo e que todos os integrantes estão motivados para colocar em prática”, afirmou o secretário municipal da Saúde de Campo Largo, Alexandre Kustie.

Os visitantes buscaram informações sobre os indicadores da unidade hospitalar, puderam esclarecer dúvidas e obter diversas informações sobre o funcionamento da PPP do HS. Depois de se reunir com a diretora-geral do Hospital do Subúrbio, Lícia Cavalcanti, o presidente da Prodal Saúde, Jorge Oliveira, o diretor técnico da unidade, Jorge Motta, e o gerente de práticas assistenciais da unidade, Humberto Torreão Herrera, a comissão conheceu diversos setores do hospital, a exemplo de UTIs, enfermarias, salas de imagem e laudos, além da recepção principal.

Após enumerar as vantagens da adoção de PPP’s no setor de saúde, Licia Cavalcanti destacou que o sucesso da PPP do HS se deve à capacidade técnica e profissional da atual equipe gestora, “na qual estão inseridas pessoas engajadas e comprometidas com a qualidade do serviço e que possuem a visão ampla de agregar valores à sociedade”. A diretora afirmou ter alcançado os resultados devido ao acompanhamento, monitoramento e fiscalização feitas por uma equipe multidisciplinar, com médicos, enfermeiros, contadores, administradores, entre outros profissionais. Já o presidente da Prodal Saúde, Jorge Oliveira, considerou que a Parceria Público-Privada se configura como um modelo a ser replicado no segmento de saúde. “Sem dúvida, este é o caminho”.

Para o deputado estadual do Paraná, Alexandre Guimarães, a estrutura e a eficiência no atendimento da unidade realmente chamam a atenção. “Saímos com uma impressão bastante positiva. Esta visita deu a dimensão da transparência da PPP. Entendemos o funcionamento e agora a ideia é levar esse exemplo na saúde para nossa cidade. Vamos melhorar ainda mais o atendimento das nossas unidades, principalmente, o nosso serviço 24 horas. A cidade de Campo Largo é de médio porte e tem se destacado quando o assunto é saúde. Hoje somos considerados a terra da saúde no Paraná em função da estrutura municipal de saúde, da estrutura do estado e dos grandes hospitais que estão presentes. Vocês provaram que é possível fazer gestão pública eficiente. E o que se notou no Hospital do Subúrbio é a valorização dos recursos humanos”.

Funcionamento

Premiado internacionalmente e detentor do título de Acreditado pela Organização Nacional de Acreditação (ONA), o Hospital do Subúrbio já se configura como um modelo a ser seguido por outras unidades de saúde brasileiras. Desde 2011, o HS opera com capacidade plena. Ao todo são 373 leitos, dos quais 253 de internação, dez de UTI pediátrica, 50 para adultos e 60 de internação domiciliar. A unidade hospitalar dispõe de uma equipe de quase 1,5 mil profissionais, incluindo 270 enfermeiros, 585 técnicos de enfermagem, funcionários de apoio técnico, serviços gerais, administração e corpo diretor.

O HS possui ainda corpo clínico composto por 394 médicos das mais diversas especialidades. Entre os serviços oferecidos estão: ortopedia, cirurgia médica, neurologia clínica e cirúrgica, cirurgia vascular, urologia, pediatria, além de exames de bioimagem (ressonância magnética, Raio X e tomografia).

Ascom HS
/hs/visita Campo Largo