Notícias /

Desafios da Vigilância Sanitária são discutidos em evento na Assembleia

22/09/2015 19:31

“A vigilância é um serviço que tem por objetivo cuidar da saúde das pessoas desde a hora em que elas acordam”. Com esta definição, Ita de Cássia Aguiar, superintendente de Vigilância e Proteção da Saúde, ressaltou que a III Semana de Vigilância Sanitária e Ambiental pretende discutir os desafios desse serviço para a sociedade.

Com o tema “Vigilância Sanitária, desafios contemporâneos, seu poder de transformação”, o evento, aberto nesta terça-feira (22), ocorre até amanhã (23), na Assembleia Legislativa da Bahia (Alba) e conta com a presença de representantes do poder público e da sociedade civil organizada como Associação das Baianas de Acarajé, do Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Água e Esgoto, de combate ao agrotóxico”.

A Superintendente explicou a importância de discutir as diretrizes da vigilância sanitária, serviço que abrange todas as pessoas, independente da classe social, estando presente em situações comuns, do dia a dia, que às vezes passam despercebidas como a utilização de uma maquiagem, o consumo de água, uma ida a um restaurante até a utilização de serviços médicos.

Durante os dois dias serão debatidos assuntos como “Qualidade da água para consumo humano do Estado da Bahia”, “Agrotóxico e seus efeitos à saúde” e “Vigilância Sanitária função indelegável do estado”.

Representado o secretário da Saúde do Estado, Fernando Daltro, chefe de gabinete da Sesab, ressaltou a importância do evento ocorrer na Alba, “reunindo o escopo administrativo com o escopo da vigilância para dialogarem com os deputados”, pontuou Daltro.

Ascom/Sesab
Vigilância Sanitária

Notícias relacionadas