Notícias /

Odontomóvel já beneficiou mais de 22 mil baianos

24/09/2015 20:53

Mais de 282 mil procedimentos já foram realizados e 22 mil pessoas foram atendidas este ano nas três carretas do Odontomóvel, serviço que integra o Saúde Sem Fronteiras, programa da Secretaria da Saúde do Estado (Sesab). Somente em Jacobina, onde a iniciativa esta atendendo desde o dia 21 de setembro, já foram 4058 procedimentos em 328 pacientes. No município, a carreta ficará instalada até o dia 26 de setembro.

Uma das pessoas atendidas em Jacobina foi Ailma Santos, moradora da zona rural do município. Ela conta que precisou fazer uma extração, além de toda verificação oral. Depois de ter passado pelo procedimento na terça-feira (23) e ter constatado a qualidade do serviço, Ailma levou a sua filha Isabela Santos, de seis anos, para ser atendida nesta quinta-feira (24). A pequena  passou por uma obturação além fazer limpeza nos dentes.

As três carretas são compostas por conjuntos odontológicos onde trabalham, simultaneamente, até dez dentistas, além de profissionais que atendem nas tendas instaladas na parte externa e orientam sobre a saúde bucal.

De acordo com o odontólogo Irving Gumes, mesmo a cadeira de odontologia estando instalada em um caminhão, é como se funcionasse em qualquer outro consultório. “Fazemos os principais procedimentos como profilaxia, obturação, extração, além de pequenas cirurgias”, afirma o odontólogo. No Odontomóvel são realizados ainda outros procedimentos como restauração, tratamento de canal, coroa provisória, aplicação de flúor, exame radiológico, periodontia (tratamento de gengiva).

O assessor de Relações Institucionais da Sesab, Mateus Simões, em visita a Jacobina e Valença nesta quinta-feira (24), destacou que o Odontomóvel é um importante serviço. “A Bahia é extensa e com esta iniciativa conseguimos levar o serviço a diversos pontos do Estado”.

Este ano, além de Valença e Jacobina, o odontomóvel já atendeu pacientes em Salvador, Cândido Sales, Vitória da Conquista, Itabuna, Porto Seguro, Feira de Santana, Uruçuca, Aurelino Leal e Jequié. Em Salvador já foram atendidas as comunidades de Nordeste de Amaralina/Chapada do Rio Vermelho/Santa Cruz, Fazenda Coutos, Uruguai, São Caetano e Rio Sena.

Ascom Sesab
Saúde sem fronteiras/jacobina e valença