Notícias /

Ministério da Saúde analisa compra de medicamentos da Bahiafarma para o SUS

28/10/2015 15:15

Após firmar parcerias na Europa para a fabricação de medicamentos na Bahia, o governador Rui Costa esteve com o ministro da Saúde, Marcelo Castro, nesta quarta-feira (28), em Brasília, pleiteando a compra desses medicamentos para uso de pacientes do Sistema Único de Saúde, o SUS.

A Bahiafarma, laboratório público da Bahia, vai produzir a hidroxiuréia, usada no tratamento de anemia falciforme, e remédios oncológicos, além de próteses e órteses com padrão internacional. A avaliação do governo baiano é que a compra desses produtos pode render economia no SUS e beneficiar, no caso da hidroxiuréia, 40 mil pessoas no Brasil.

“Queremos agilizar a compra do mercado público. Isso vai reduzir custos do SUS”, disse Rui Costa. O secretário estadual da Saúde, Fábio Vilas Boas, explicou que os remédios oncológicos já estão disponíveis na rede privada e que é importante trazê-los para a rede pública. Sobre órteses e próteses ele enfatizou: “Muitos ortopedistas se negam a operar e usar próteses nacionais. A nossa proposta é produzir essa prótese de alto nível na Bahiafarma e vender pelo mesmo preço da prótese nacional”.

O ministro Marcelo Castro se comprometeu a analisar o pedido do governo da Bahia. De antemão, afirmou que “fortalecer os laboratórios públicos é de interesse do ministério, diminuindo a dependência que o Brasil tem do mercado internacional”.

Na oportunidade, o ministro recebeu o convite para participar de encontro de secretários de Saúde no Nordeste, nos dias 20 e 21 de novembro. O evento será sediado na Bahia. O secretário da Casa Civil, Bruno Dauster, o representante do governo da Bahia em Brasília, Jonas Paulo, e deputados estaduais e federais participaram da reunião.

/bahiafarma/ministroFonte: Brasília Secom

Notícias relacionadas