Notícias /

Governo da Bahia busca atrair investimentos ingleses na área de saúde

06/11/2015 14:21

O secretário da Saúde do Estado, Fábio Vilas-Boas, viaja hoje (06) para a Inglaterra a fim de atrair investimentos nas áreas de saúde digital, medicamentos, gestão de hospitais, consórcios e policlínicas. O convite foi feito pelo UK Trade & Investment – departamento de comércio e investimento do governo britânico, que auxilia empresas britânicas a se estabelecerem mundialmente e também ajuda empresas brasileiras e entrarem no mercado britânico.

De acordo com o secretário, os ingleses ficaram interessados nos projetos de saúde que estão sendo desenvolvidos na Bahia. “Nos últimos três meses, mantivemos contato com a embaixada e o consulado britânicos, consolidando as oportunidades de atração de investimentos na área”, aponta o secretário. No encontro, que será realizado em Londres e Windsor, Vilas-Boas se reunirá com empresários e autoridades governamentais, como o Príncipe Richard, Duque de Gloucester.

Oportunidade

O encontro Healthcare UK é uma iniciativa conjunta entre o UK Trade & Investment, o Departamento de Saúde Britânico e o NHS (Serviço Nacional de Saúde). O Healthcare UK divulgará o melhor da saúde do Reino Unido, incluindo sua expertise, inovação e capacidade de colaboração com os serviços de outros países.

O Healthcare UK fornecerá uma visão geral do que o NHS, a indústria e as universidades britânicas podem efetivamente ofertar aos sistemas de saúde da Bahia. O Brasil e os demais países da América Latina são mercados de saúde importantes para o Reino Unido, com um aumento substancial na exportação de produtos médicos britânicos e tecnologia para a região, nos últimos dois anos.

Portugal

Na mesma viagem, o secretário Fábio Vilas-Boas irá a Portugal participar da solenidade de assinatura do Protocolo de Cooperação entre a Faculdade de Medicina da Universidade do Porto (FMUP) e as Obras Sociais Irmã Dulce (OSID). O encontro acontecerá no dia 12 de novembro, na cidade do Porto, e terá a presença da presidente da OSID, Maria Rita Pontes, além da diretora da FMUP, Maria Amélia Ferreira.

ASCOM/Sesab
Fábio Vilas-Boas/Londres

Notícias relacionadas