Notícias /

Governo inaugura Centro de Operações de Emergências em Saúde

10/12/2015 21:41

Secretários estaduais e representantes de diversos órgãos se reuniram, na tarde desta quinta-feira (10), no Parque Tecnológico da Bahia, em Salvador, para a abertura do Centro de Operações de Emergências em Saúde. A iniciativa é coordenada pela Secretaria de Saúde do Estado da Bahia (Sesab) em cooperação com outras secretarias e órgãos do Estado, Ministério da Saúde e especialistas da área médica.

Com o início das atividades, o Centro de Operações terá atenções voltadas inicialmente para o estudo, prevenção e combate às doenças causadas pelo vírus transmitido pelo mosquito Aedes aegypti, a exemplo da Zica. O secretário estadual da Saúde, Fábio Vilas-Boas, destacou o potencial da medida que deve favorecer toda a Bahia.

“Esse centro vai ser responsável por centralizar as informações para todo o Estado e para o Ministério da Saúde, de forma que nós possamos ter números [oficiais] compatíveis com a realidade. Ao mesmo tempo [o centro] vai ser responsável por congregar especialistas de diferentes áreas da Medicina para que nós possamos construir, passo a passo, todo o processo de conhecimento dessa nova doença que está se instalando em nosso País”, afirmou o secretário.

Segundo Vilas-Boas, a expectativa é que a mobilização seja reforçada em todas as regiões da Bahia, onde já foram adotadas medidas para acompanhar o avanço das doenças. “A Sesab estruturou, em todas as regiões do estado, centros de referência para acompanharem gestantes […] identificadas com os fetos portadores de microcefalia. Também identificamos, em cada uma dessas regiões e cidades, centros para acompanharem os bebês que tiverem diagnóstico de microcefalia associada à má formação cerebral após o nascimento”.

A inauguração do Centro de Operações de Emergências em Saúde teve a presença dos secretários estaduais da Segurança Pública, Maurício Barbosa; da Educação, Osvaldo Barreto; da Casa Civil, Bruno Dauster; de Políticas para as Mulheres, Olívia Santana, além de representantes da União dos Municípios da Bahia (UPB), da Defesa Civil e do Conselho Estadual dos Secretários Municipais de Saúde (Cosems).

Todos juntos contra o Aedes aegypti

Para a presidente do Conselho Estadual dos Secretários Municipais de Saúde (Cosems), Stela Souza, e também secretária de Saúde de Itacaré (município situado no sul do estado), o momento marca a chegada de um importante instrumento para melhorar as condições de saúde em todos os municípios da Bahia, tarefa na qual a população também deve ser incluída.

”O mais importante desse centro é que centraliza todos os problemas que nós estamos tendo com a questão das arboviroses [doenças transmitidas por mosquitos e ácaros] e a tomada de decisão [sobre elas]. O principal é a população nos ajudar, não deixar água parada e lembrar que cada um de nós somos responsáveis pelos nossos imóveis”, disse Stela.

Notícias relacionadas