Notícias /

Plano de enfrentamento à microcefalia é apresentado aos gestores das unidades

21/01/2016 17:30

O plano estadual para enfrentamento à microcefalia foi apresentado nesta quinta-feira (21), aos gestores de unidades de saúde, que serão referência para o parto de gestantes de bebês com microcefalia, e para representantes de Núcleos Regionais de Saúde. A exposição do plano foi feita pelo subsecretário da Saúde do Estado, Roberto Badaró, em um encontro realizado no auditório da Secretaria da Educação do Estado, em Salvador.

No plano, estão explicitadas as ações prioritárias, além de itens como fluxograma de vinculação do pré-natal ao parto e a rede de atendimento às gestantes e bebês nascidos com microcefalia. São propostos três eixos de ação: Mobilização e combate ao vetor Aedes aegypti; Intensificação das ações da vigilância epidemiológica; Atenção aos casos de microcefalia.

“Nós precisamos atender às gestantes e seus bebês e para isto, precisamos organizar a rede de atendimento. As informações precisam estar qualificadas para que consigamos atender à demanda”, disse Roberto Badaró. De acordo com o Subsecretário, o estado está buscando, juntamente com os municípios, organizar a rede de referência para o parto, para a realização de exames e também para o acompanhamento dos bebês com microcefalia.

Além da rede de hospitais e maternidades que ficarão como referência para cada região do estado, foi apresentada também a rede de cuidados à pessoa com deficiência. Roberto Badaró ressaltou que existe o compromisso de se fazer a contratualização de serviços em locais que o atendimento não seja oferecido pelo Sistema Único de Saúde.

Clique aqui e veja mais fotos.

L.R. DRT 2.600/BA
Microcefalia/plano de ação

Notícias relacionadas