Notícias /

HEC tem grupo interno de controle da dengue, chikungunya e zika

23/02/2016 18:21

O Hospital Estadual da Criança (HEC) criou, na semana passada, o Grupo interno de controle da dengue, chikungunya e zika vírus, atendendo a Portaria nº 134 de 04/02/2016, do secretário da Saúde do Estado, Fábio Vilas-Boas. O objetivo do grupo é adotar medidas de controle, prevenção e eliminação dos possíveis focos do Aedes Aegypti na unidade hospitalar. Integram o grupo quatro colaboradores do HEC: a presidente Vanessa Fonseca, enfermeira e coordenadora da Comissão de Controle de Infecção Hospitalar (CCIH); Marclei Araújo, supervisor de Segurança e Portaria; Marinilza Leone, supervisora de Higienização, e Noemia Melo, técnica de segurança do Serviço Especializado de Medicina e Segurança do Trabalho (SESMT).

“Os integrantes foram escolhidos mediante atribuições da Portaria, de acordo com o perfil de cada um – aqueles que estivessem ligados, de alguma forma, a este controle. Inicialmente, realizaremos uma reunião mensal – a primeira ocorreu na última terça-feira (16). Vale ressaltar que as atividades determinadas pela portaria em questão já são realizadas no HEC, e criando este grupo estamos apenas formalizando o propósito”, explica a presidente Vanessa Fonseca.

Dentre as atribuições do grupo está a vistoria regular das áreas externas e internas da edificação para verificar a presença de recipientes que possam servir de criadouros para o Aedes Aegypti e, neste caso, adotar ou providenciar, de imediato, práticas capazes de impedir a procriação do mosquito, como a proteção, destruição, destinação adequada ou a inviabilização dos recipientes.

Também fazem parte das atribuições do grupo distribuir e afixar folhetos informativos nos quadros de avisos do prédio; orientar os servidores da unidade ou repartição sobre as providências para a prevenção e eliminação dos criadouros, e adotar todas as providências necessárias para a eliminação definitiva dos criadouros de larvas e mosquitos eventualmente encontrados nas edificações.

Fonte: Ascom do HEC
Hospital da Criança/dengue

Notícias relacionadas