Notícias /

Itabuna: Faxinaço contra o aedes mobiliza voluntários e servidores

15/03/2016 19:54

Já somam 23.582 as notificações da tríplice virose provocada pelo mosquito Aedes aegypti em Itabuna. Os números foram divulgados pelo Departamento de Vigilância Sanitária da Secretaria Municipal de Saúde, por meio do Sistema de Informação de Agravos de Notificação – Sinan e indicam que, de janeiro a 10 de março, foram registrados 13.190 casos de dengue, 7.398 de zika vírus e 2.994 de chikungunya, referentes a pacientes somente do município.

Uma das atividades que vem surtindo efeito satisfatório é o faxinaço realizado toda quarta-feira pela Secretaria Municipal de Saúde com o apoio da Secretaria da Saúde do Estado da Bahia. Nesta quarta-feira (16), grande faxina acontece no bairro Conceição, um dos mais afetados pelas arboviroses. Por conta disso, o Bairro Conceição passou por várias intervenções como tratamento focal, perifocal e UBV (ultra baixo volume) à base de inseticida, durante 15 dias, inclusive nos fins de semana quando as ações foram intensificadas.

O secretário municipal de Saúde, Paulo Bicalho, declarou que as três arboviroses representam um grande desafio à saúde pública não só em Itabuna, mas em todo o país, principalmente porque o vírus não escolhe público, grupo social nem idade. “Tanto pode afetar os recém-nascidos como pessoas adultas e idosas, provocando danos à saúde e ao bem-estar da população atingida por qualquer uma dessas doenças”, afirmou.

Uma das presenças confirmadas no Conceição na quarta-feira, dia de faxina, é de Aidimes Aquino, autora do jingle “Sai zika” que tem animado a todos durante o faxinaço. Ela compôs o jingle e ofereceu gratuitamente à Secretaria Municipal de Saúde e conta que foi uma forma de contribuir com o município que trava uma guerra contra o mosquito. “Acredito que se cada um se der um pouco de si e fizer um mínimo que seja, seremos fortes e todos nós sairemos ganhando”, afirma a compositora.

Fonte: Daniel Thame /Secom
Zika/faxinaço Itabuna 2

Notícias relacionadas