Notícias /

Iperba está incluído na implantação da Lei Maternidade Certa

31/03/2016 19:12

De acordo com a Lei Municipal Lei Municipal nº 7.851/2010, toda gestante do município de Salvador tem direito ao conhecimento e à vinculação à unidade de saúde onde será realizado o seu pré-natal e parto. Conforme programa desenvolvido pela Secretaria de Saúde do Estado da Bahia e Secretaria de Saúde do Município de Salvador, as gestantes devem ter atendimento garantido na unidade de saúde correspondente ao seu Distrito Sanitário e ao seu risco gestacional – Alto Risco e Baixo Risco. Por exemplo, o Instituto de Perinatologia da Bahia (Iperba), é vinculado aos Distritos de Brotas, Barra/Rio Vermelho, Boca do Rio e Bairro de Saramandaia.

As gestantes residentes de Salvador que, por demanda espontânea, buscarem a emergência da maternidade que não seja do seu território definido pelo Mapa de Vinculação, deverá ser encaminhada pela ambulância da Central Estadual de Regulação, segundo fluxo inter-hospitalar preestabelecido, portando relatório médico, com ficha de referência e contra referência. A paciente só poderá ser transferida, se for constatado pela equipe de Acolhimento com Classificação de Risco e médico plantonista, que o parto é de baixo risco e a dilatação do colo uterino está com até 05 centímetros.

A vinculação entre gestantes e maternidades sempre foi uma diretriz do Projeto Rede Cegonha, que prevê atendimento a todas as gestantes do início da gravidez até os dois primeiros anos de vida do bebê, na perspectiva de não haver peregrinação da mulher e do recém-nascido. Neste sentido, desde 2012 o Iperba realiza mensalmente um encontro com as gestantes dos seus distritos de referência com o intuito de apresentar a maternidade, tirar dúvidas sobre a gestação e orientações para aleitamento materno.

Ascom Iperba
/iperba/maternidade certa

Notícias relacionadas