Notícias /

Creasi realiza mesa redonda sobre Parkinson

25/04/2016 21:04

Dia 11 de abril foi comemorado o Dia Mundial da Doença de Parkinson. Ainda nas comemorações, o Centro de Referência Estadual de Atenção à Saúde do Idoso (Creasi) realizará amanhã, 26, às 13h30, mesa redonda sobre o tema.

O evento contará com a participação do médico neurologista, Dr. Ramom Kruschewsky e da fisioterapeuta Camila Marinho, do Creasi, dos fisioterapeutas Daniel Ferraz e Karen Valadares, professores do curso de Fisioterapia da Universidade Federal da Bahia (Ufba), e da terapeuta ocupacional Glícia Barcelar, mestre e doutora em Medicina e Saúde pela Ufba.

O evento será iniciado com a apresentação, para toda a equipe técnica, de resultados da pesquisa que está sendo desenvolvida com pacientes da Unidade, portadores da Doença de Parkinson, através de estudo avaliativo, pelos pesquisadores Daniel Ferraz e Karen Valadares.

De acordo com os pesquisadores, “o envelhecimento fisiológico promove a diminuição gradativa da massa corporal, função pulmonar e da capacidade física” e esses efeitos debilitantes quando associados à Doença de Parkinson piora a qualidade de vida e a independência funcional do idoso. Por isso, o estudo tem como objetivo estabelecer uma comparação entre os efeitos dos exercícios sobre a aptidão cardiorespiratória, postura, controle postural, funções executivas, qualidade de vida e funcionalidade de pacientes com a Doença.

A diretora do Creasi Dra. Mônica Hupsel Frank, geriatra, ressalta que um dos objetivos do Centro de Referência é fomentar a produção científica e que a Unidade tem interesse no desenvolvimento de pesquisas sobre o envelhecimento e a saúde do idoso. “É importante apresentar os resultados e incentivar o interesse por novos estudos, assim avaliamos as nossas práticas, buscando melhorar a qualidade dos serviços”, afirma.

Durante todo o dia o Centro estará com atividades voltadas para a avaliação do atendimento, dos processos e práticas de trabalho, exclusivamente para os seus servidores. Não haverá atendimento ambulatorial e a Farmácia estará funcionando normalmente.

A Doença de Parkinson

Parkinson é uma doença degenerativa do sistema nervoso central, crônica e progressiva. É causada por uma diminuição intensa da produção de dopamina, que é um neurotransmissor (substância química que ajuda na transmissão de mensagens entre as células nervosas).

Segundo dados da Organização Mundial de Saúde (OMS), cerca de 1% da população mundial acima de 65 anos é afetada pelo problema. No Brasil, estima-se que 200 mil pessoas sofram da doença.

No Creasi são quase 700 idosos atendidos com a patologia e cerca de 2 mil pacientes, de todo o estado da Bahia, são cadastrados na Farmácia da Unidade e recebem medicamentos. No ano passado, o Centro disponibilizou, aproximadamente, 1 milhão de comprimidos.

Atendimento

Para ser paciente do Creasi, o idoso deve apresentar declínio funcional estabelecido e encaminhar à unidade formulário de referência devidamente preenchido pelo médico ou enfermeiro que o atende na Unidade Básica de Saúde ou Equipe de Saúde da Família. Se o interesse for a inscrição no programa do Componente Especializado da Assistência Farmacêutica (CEAF) e recebimento gratuito de medicamentos, não é necessário ser matriculado no Creasi. No site www.saude.ba.gov.br/creasi consta toda relação de documentos e arquivos para download.

Notícias relacionadas