Notícias /

Hemoba lança I Concurso Cultural “Cordel da Doação”

19/05/2016 18:46

Buscando estimular a cultura da doação de sangue e intensificar o relacionamento com a sociedade, a Fundação de Hematologia e Hemoterapia da Bahia (Hemoba) lança o I Concurso Cultural – Cordel da Doação. A iniciativa é uma das estratégias da fundação para despertar o interesse da população sobre a doação de sangue, através de uma das mais significativas expressões da tradição nordestina, a literatura de cordel.

Um dos maiores símbolos do gênero literário da Bahia, o cordelista Antônio Ribeiro da Conceição, o Bule-Bule, irá apoiar a Hemoba neste projeto, que pretende ampliar o número de doadores captados e reforçar os estoques de sangue durante todo o período que antecede as festas populares do mês de junho. Os festejos juninos estimulam bastante o movimento de pessoas nas cidades e nas estradas da Bahia. Nesta época do ano, o número de acidentes pode aumentar muito, gerando uma alta demanda transfusional.

O Concurso

Podem participar do concurso todas as pessoas físicas, sem limitação de idade, residentes no estado da Bahia. Os participantes deverão escrever poemas de cordel que estimulem a doação de sangue, devendo citar os temas: Dia dos Namorados, Dia Mundial do Doador de Sangue e Festas Juninas.

A inscrição poderá ser feita de 19 a 31 de maio, através do e-mail (cordel@hemoba.ba.gov.br), o assunto do e-mail deverá ser identificado com a palavra cordel. É indispensável informar o nome, idade, endereço e número de contato com DDD.

Os vencedores terão o seu cordel publicado na rede social da Hemoba e ganharão o seu poema impresso, junto com 1 (uma) cesta junina e 1 (uma) camisa da Fundação Hemoba. O Regulamento do Concurso pode ser conferido no site institucional da Fundação Hemoba (www.hemoba.ba.gov.br).

Literatura de Cordel

Gênero literário popular escrito frequentemente na forma rimada, impressos em panfletos e declamado por pessoas das mais diferentes classes sociais. Originária de Portugal, a forma literária ficou bastante propagada no Nordeste Brasileiro, onde as estrofes mais comuns são propagadas com dez, oito e até seis versos.

Ascom Hemoba
/hemoba/concurso

Notícias relacionadas