Notícias /

Mastigar bem os alimentos é hábito essencial à saúde

24/05/2016 21:07

Quem resiste a comer devagar, mastigando bem os alimentos, talvez possa mudar de atitude com a informação da nutricionista Palmira Romero, ao abordar o tema “Alimentação Saudável” para os servidores do Centro de Diabetes e Endocrinologia da Bahia (Cedeba): é um comportamento fundamental para o bom funcionamento do intestino. Os alimentos que não são bem mastigados nutrirão as bactérias ruins que vivem no intestino, órgão que também abriga bactérias boas que até produzem vitaminas, como a K, por exemplo.

E manter a saúde intestinal – vai de além de ir ao banheiro todos os dias – é muito importante, segundo a nutricionista, para a absorção dos nutrientes, defesa do organismo, melhoria do funcionamento dos órgãos e prevenção de doenças. Para uma boa saúde intestinal é importante aumentar o consumo de fibras com inclusão de verduras (saladas cruas e cozidas, frutas e sementes). Os alimentos também são essenciais para o controle de parasitas e fungos: a uva, manjericão, orégano, alho, cebola, semente de abóbora, peixes (sardinha), semente de linhaça e chia, são exemplos.

As pessoas que consomem muita fibra, se não beberem bastante água, poderão ter dificuldade para esvaziar o intestino. Mas – orienta a nutricionista — a água, nem qualquer outro liquido (refrigerantes e sucos), deve ser consumida durante as refeições. Se a mastigação for demorada, a pessoa sente menos necessidade de consumir liquido nas refeições, porque quanto mais mastigação, maior a produção de saliva, explica. Os líquidos durante a refeição dilatam o estômago, condição que faz a pessoa comer mais. Portanto para quem quer perder peso, comer devagar, mastigando bem os alimentos e beber liquido fora das refeições é muito importante, segundo Palmira Romero.

Tirar o líquido das refeições integra a lista de condutas necessárias para a alimentação saudável. E importante também eliminar as gorduras saturadas e trans ( fuja dos biscoitos e salgados que fazem aquele barulhinho quando são quebrados),carboidratos simples (açúcar e doces).E recomendável também evitar o excesso de glúten, leite e derivados.

A nutricionista mostrou que o equilíbrio é a palavra chave para uma alimentação saudável. Comer doces e alimentos mais ricos em gordura, numa festa, não causa problemas. O importante – destacou – é incorporar hábitos saudáveis na alimentação que devem fazer parte do dia a dia.

Vida saudável

A alimentação é um dos elementos para a vida saudável, definida como o conjunto formado pela saúde física, neurológica e emocional. É muito importante ter comportamentos que contribuam para ausência ou controle de doenças físicas, neurológicas e emocionais. Um dos comportamentos que nada custa para uma vida saudável, segundo a nutricionista é sorrir, “Quanto mais sorrir, mais feliz”.

Palmira Romero mostrou a intensa lista de doenças que acometem o homem dos 23 aos 50 anos, onde se incluem obesidade, diabetes, hipertensão, rinite, sinusite, bronquite, enxaqueca, doença cardiovascular. E – pontuou – a partir dos 50, mais duas doenças muito temidas pela população: Doença de Parkson e Mal de Alzheimer.

As escolhas dos alimentos ao longo da vida segundo a nutricionista são muito importantes para minimizar o aparecimento dessas doenças. Escolhas saudáveis na alimentação ajudam na quantidade e qualidade de vida, no bem-estar físico, na capacidade de defesa do organismo e na prevenção e o controle das doenças.

Outro ponto importante para a saúde é dormir bem. Não adianta querer ter um dia bom, se não tiver um bom sono. Mas segundo a nutricionista quem recorre a chás para dormir precisam ter cuidados. Há pessoas que recorrem ao suco de maracujá e ficam elétricas.

A nutricionista também orientou sobre os cuidados para se blindar contra as dietas da moda, que ganharam mais adesão nos tempos atuais de acesso à Internet.Tomar só sopa emagrece, mas ninguém levará o resto da vida tomando sopa.Portanto, voltará a ganhar peso,ao retomar a alimentação de rotina.

A apresentação de Palmira Romero integrou o ciclo de palestras que o Sistema Integrado de Assistência à Saúde do Trabalhador (SIAST) programou para comemorar o Dia Mundial da Saúde. Será encerrado nesta quarta-feira, às 11 horas com o tema “Atividade Física”, pela fisioterapeuta do Cedeba Lorena Guedes.

Ascom Cedeba
Alimentação saudável

Notícias relacionadas