Notícias /

“Doce Encontro”: aula prática e animada de alimentação saudável para diabéticos no São João

31/05/2016 16:39

O “Doce Encontro” chega a sua segunda edição no próximo dia 15 de junho, das 8h30 às 12 horas, no auditório do Centro de Atenção à Saúde (CAS), reunindo pacientes diabéticos atendidos no Centro de Diabetes e Endocrinologia da Bahia (Cedeba) que passaram pelo Doce Conviver – grupos de educação e convivência – onde aprendem a lidar com a doença com mais qualidade de vida. No evento, os pacientes saberão como aproveitar as delícias juninas sem prejudicar o plano alimentar que eles seguem sob orientação de nutricionistas, além de viverem o clima da festa, cuja celebração tem grande importância na Região Nordeste.

Pacientes que participaram do I Doce Encontro, ano passado, estão muito animados e querem repetir a dose. Bernadete Moreira dos Santos, 65 anos, atendida no Cedeba há 14 anos, hoje era só alegria, ao receber o convite para o evento. Ela sintetizou seu reconhecimento ao trabalho do Centro: “o que é que tem aqui que eu não gosto? Aqui aprendo de tudo. O que seria de nós sem o Cedeba?”. Os ensinamentos no Doce Conviver motivam Bernadete a procurar viver bem, mesmo com as limitações na visão e dificuldade de locomoção. Diabética há mais de 30 anos e fazendo uso de insulina, ela conta que os ensinamentos no Doce Conviver – trabalho sob a liderança da Coordenação e Educação e Apoio à Rede (Codar) “mudaram minha vida. Antes, se eu precisasse sair, ficava limitada a locais onde tivesse alguém para aplicar insulina. Hoje eu faço a autoaplicação com a maior segurança”.

A realização do II Doce Encontro está mobilizando os profissionais do “Doce Conviver” e estagiários da área de saúde que farão palestra sobre os cuidados com o controle do Diabetes Mellitus e as delicias juninas. Os pacientes aprenderão a consumir de maneira consciente as delícias da festa, mas respeitando a quantidade de carboidratos em cada refeição. Segundo a coordenadora da Codar, Graças Velanes, o evento é uma aula prática que agrega amigos, alegria, forró e comida.

O Doce Conviver, ponto de partida para o “Doce Encontro”, utiliza a metodologia participativa, que busca a autonomia do cuidado, trabalha para que o paciente se torne responsável pelo seu tratamento. Ele aprende como viver bem com o diabetes. Os grupos, com 15 participantes, têm cinco oficinas quinzenais, totalizando cinco encontros. Após seis meses, voltam a se reunir para avaliação. Os grupos do primeiro semestre começam em março e os do segundo, em agosto.

A.M.V. Mtb 694/Ba
Cedeba/Doce Encontro

Notícias relacionadas