Notícias /

Mais três municípios recebem unidades do Programa Farmácia da Bahia

01/07/2016 18:12

Mais três municípios receberam, nesta sexta-feira (1º), unidades do Farmácia da Bahia, programa de parceria entre o governo do Estado, por meio da Secretaria da Saúde (Sesab) e da Bahiafarma, e prefeituras de pequenos municípios baianos para melhorar o acesso a medicamentos e fortalecer o serviço farmacêutico das populações dessas localidades. Com as inaugurações, Itagi (14,6 mil habitantes), Jacaraci (13,6 mil habitantes) e Marcionílio Souza (9,3 mil habitantes) passam a integrar a rede, que já conta com 36 municípios beneficiados.

As unidades contaram com investimentos de R$ 140 mil cada, dos quais R$ 100 mil para as obras e R$ 40 mil para a aquisição de equipamentos e mobiliário. A Fundação Bahiafarma, órgão ligado à Secretaria da Saúde do Estado da Bahia, respondeu por 90% do investimento nas obras (R$ 90 mil para cada) e por 62,5% do realizado para a estruturação das unidades (R$ 25 mil em cada). Os municípios entraram com a contrapartida financeira e passam a administrar as unidades.

Para o prefeito de Jacaraci, município localizado 720 quilômetros a sudoeste de Salvador, na divisa com Minas Gerais, Deusdedit Carvalho Rocha, a inauguração da unidade representa um grande avanço na prestação de serviços de saúde para a população. “Fazíamos a distribuição dos medicamentos da atenção básica em um local adaptado, sem as condições corretas de armazenamento dos materiais e sem oferecer conforto para os beneficiados”, conta. “Agora, temos um local apropriado para atender a população.”

O diretor administrativo da Bahiafarma, Paulo Costa, que participou da inauguração da unidade de Jacaraci, ressaltou que a expansão do Programa Farmácia da Bahia segue a política de fortalecimento da assistência farmacêutica no Estado. “Este é um item essencial para a melhoria da saúde pública, que é uma preocupação central do governo do Estado e da Secretaria da Saúde”, afirma.

Programa Farmácia da Bahia

Concebido pela Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) e administrado em conjunto pela Sesab, pela Bahiafarma e pelos municípios envolvidos, o Programa Farmácia da Bahia foi iniciado em 2012 e tem como objetivo fortalecer o processo de reestruturação dos serviços farmacêuticos em pequenos municípios do Estado.

A iniciativa tem como proposta integrar do incentivo financeiro para a construção e a instrumentalização das unidades ao apoio técnico-científico para o desenvolvimento das ações de assistência farmacêutica. Como resultado, as unidades do Programa Farmácia da Bahia oferecem armazenamento adequado para os medicamentos do município, além de contar com farmacêuticos para orientar a população, qualificando o atendimento aos pacientes do sistema público de Saúde.

Os primeiros alvos do programa são 46 cidades baianas de até 15 mil habitantes, em um investimento total estimado em R$ 5,3 milhões, por parte da Bahiafarma, entre a construção das unidades e a aquisição de equipamentos. Os investimentos contam com contrapartida dos municípios.

Desde o início do programa, foram inauguradas 36 unidades, em Abaíra, Andaraí, Andorinha, Anguera, Barra do Rocha, Barrocas, Caém, Capela do Alto Alegre, Contendas do Sincorá, Cordeiros, Gentio do Ouro, Guajeru, Ichu, Itaetê, Itagi, Jacaraci, Lençóis, Macururé, Marcionílio Souza, Mucugê, Nordestina, Novo Horizonte, Ouriçangas, Planaltino, Presidente Jânio Quadros, Quixabeira, Rio de Contas, Salinas da Margarida, Santanópolis, São Domingos, São José do Jacuípe, Saúde, Serrolândia, Terra Nova, Uibaí e Várzea Nova, beneficiando diretamente cerca de 450 mil pessoas. Há obras em andamento ou em fase de conclusão em outros 10 municípios baianos.

A Bahiafarma

A Fundação Baiana de Pesquisa Científica e Desenvolvimento Tecnológico, Fornecimento e Distribuição de Medicamentos (Bahiafarma) é um laboratório farmacêutico público que tem como objetivo desenvolver e fornecer produtos, serviços e inovação tecnológica para a saúde pública do País.

É caracterizada como uma fundação pública de direito privado que integra a administração pública indireta do Poder Executivo do Estado da Bahia, vinculada à Secretaria da Saúde do Estado (Sesab). Tem como metas minimizar a dependência de importação de produtos e tecnologia, atuando de forma competitiva e econômica para o Sistema Único de Saúde (SUS), e contribuir para a descentralização da indústria farmacêutica, farmoquímica e biotecnológica no País, hoje concentrada no eixo Rio/São Paulo.

Fonte: Ascom Bahiafarma
/Bahiafarma/farmácia da Bahia

Notícias relacionadas