Notícias /

Salas de telemedicina serão utilizadas no atendimento ao infarto

21/07/2016 00:56

O atendimento do paciente com Infarto Agudo do Miocárdio na rede Pública em Feira de Santana foi o tema debatido nesta quarta-feira (20), durante a Sessão Especial da Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC) Regional Feira de Santana. O encontro contou com a participação do Secretário da Saúde do Estado, Fábio Vilas Boas, que expôs os planos para a área.

Ele falou que desde o ano passado, a Secretaria da Saúde do Estado está preparando a rede para ampliar o atendimento ao paciente infartado. “A maior oferta de serviços nem sempre se dá com o aumento de recursos. É necessário organizar a rede”, afirmou. De acordo com Fábio Vilas-Boas, serão implantadas na Bahia 50 salas de telemedicina que irão atender a grande parte da demanda de pacientes infartados.

Em sua exposição, Fábio Vilas-Boas explicou que cada unidade de telemedicina será implantada em um hospital estadual, municipal ou ainda em um filantrópico. “Mapeamos todos os casos de infarto nas regiões. A partir desses números, discutimos com os gestores municipais e definimos onde serão implantadas as salas”, disse o Secretário. Segundo ele, o atendimento será feito nas salas com a supervisão de especialistas através do monitoramento. “Com essas salas de telemedicina, resolveremos em grande parte os problemas do interior”

O presidente da SBC Feira de Santana, Israel Reis, explicou que a intenção é colaborar para a construção de soluções diante dos problemas enfrentados para o atendimento ao paciente no município de Feira de Santana. “Com uma ação integrada, a gente aumenta as chances de superar as dificuldades. É importante a união dos gestores estadual, municipal e das unidades assistenciais e nós, enquanto sociedades”, afirmou Israel Reis.

L.R. DRT 2.600/BA