Notícias /

Hospital Manoel Victorino reforça a importância da doação de sangue

26/07/2016 17:11

Referência em ortotrauma, o Hospital Manoel Victorino está reforçando as ações voltadas para a importância da doação de sangue. O objetivo da unidade é estimular a doação não apenas para aqueles que precisam, de maneira imediata, mas também para garantir a oferta para pacientes com outras demandas.

Através de um ciclo de palestras realizadas pela equipe do Serviço Social, colaboradores e acompanhantes estão sendo orientados sobre a doação: onde doar, idade permitida, peso, entre outros. Sheila Ferraz, diretora do hospital garante que as palestras além de sanar dúvidas está conseguindo sensibilizar os acompanhantes e colaboradores sobre o ato de doar. “Muitos doam apenas em casos emergenciais, ou durante campanhas, entretanto, estamos mostrando que essa importante atitude deve ser constante, afinal há a necessidade de mantermoso estoque de sangue abastecido, já que, diariamente milhares de pessoas estão a espera de sangue”.

A assistente social Edna Monteiro ressalta que a doação de sangue é também um ato de solidariedade e amor ao próximo. “Através da doação conseguimos ajudar alguém que está necessitando do sangue para que ele possa se restabelecer e voltar à convivência na sociedade. Durante as palestras percebo o envolvimento dos participantes, alguns que apresentavam dúvidas e, depois de esclarecidas, acabam tenho interesse em se tornar doador”.

Paulo França, assistente administrativo do hospital, avalia a ação como positiva. “Parabenizo a direção do Manoel Victorino pela iniciativa em abordar a doação de sangue. Acredito que esse assunto precisa ser mesmo ampliado para que a doação se torne um hábito para a população, e não apenas, quando um parente ou amigo esteja precisando. Há um déficit muito grande nos bancos de sangue que precisa ser preenchido e o procedimento de doação é tão simples. Eu sou doador e sempre estou orientando alguém para se tornar um também um doador”.

Requisitos básicos

Estar em boas condições de saúde; ter entre 16 e 69 anos, desde que a primeira doação tenha sido feita até 60 anos; pesar no mínimo 50 kg; estar descansado (ter dormido pelo menos 6 horas nas últimas 24 horas); estar alimentado (evitar alimentação gordurosa nas 4 horas que antecedem a doação); apresentar documento original com foto recente, que permita a identificação do candidato, emitido por órgão oficial (Carteira de Identidade, Cartão de Identidade de Profissional Liberal, Carteira de Trabalho e Previdência Social), e outros.

Ascom HMV
HMV- doação de sangue

Notícias relacionadas