Notícias /

Caminhada promovida pelo Iperba marca a Semana Mundial de Aleitamento Materno em Salvador

08/08/2016 14:16

Crianças e adultos participaram no último sábado (6) da 1ª Caminhada da Semana Mundial de Aleitamento Materno, promovida pela Comissão Hospitalar de Incentivo ao Aleitamento Materno do Instituto de Perinatologia da Bahia (Iperba), com o apoio da Sociedade Baiana de Pediatria (Sobape) e Sindicato dos Trabalhadores em Saúde do Estado da Bahia (Sindsaúde).

Organizada em decorrência da Semana Mundial de Aleitamento Materno (SMAM), que acontece todos os anos de 01 a 07 de agosto, a ação teve por objetivo chamar à atenção das pessoas sobre a importância do leite materno para o bom desenvolvimento dos bebês.

Inicialmente, o grupo participou de um café da manhã na orla do Jardim de Alah. Por volta das 9h, os participantes seguiram rumo ao antigo Aeroclube, de onde retornaram ao ponto de partida. Durante todo o percurso, duas faixas alertavam sobre o assunto e panfletos com orientações de aleitamento materno foram distribuídos.

O tema da SMAM 2016 foi “Aleitamento materno: presente saudável, futuro sustentável”. O intuito é abordar o aleitamento em relação à sustentabilidade e, sua importante contribuição para atingir os objetivos de desenvolvimento sustentável. Este ano, a campanha busca atrair pessoas que se preocupam em viver sem prejudicar as gerações futuras. Todos os esforços foram concentrados nos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável que os países do mundo se comprometeram a alcançar em 2030, baseados em algumas questões como economia, ecologia e equidade.

De acordo com o Ministério da Saúde, através do leite materno o bebê recebe anticorpos da mãe para proteção contra diarréia e infecções, além de diminuir o risco de alergias, colesterol alto, diabetes e obesidade. A amamentação é ainda importante para o desenvolvimento da face da criança, para que ela tenha dentes fortes, desenvolva a fala e tenha uma boa respiração. Dados mostram que o aleitamento materno pode salvar a vida de milhões de crianças, além de adicionar bilhões de dólares na economia mundial, contribuindo então para o desenvolvimento sustentável.

O leite materno deve ser o único alimento do bebê até o sexto mês de vida. A partir dos 6 meses a criança deve receber alimentos complementares e continuar a ser amamentada, no mínimo, até os 2 anos de idade.

Ascom Iperba
/iperba/semana aleitamento

Notícias relacionadas