Notícias /

Sesab institui comissão para construir a Política Estadual de Práticas Integrativas

23/08/2016 20:45

Reiki, medicina tradicional chinesa/acupuntura, homeopatia, fitoterapia, plantas medicinais, dentre outras práticas complementares, serão implantadas no SUS. Para isso, a Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab), seguindo as diretrizes e portarias do Ministério da Saúde (MS), instituiu, nesta terça-feira (23), a Comissão Interinstitucional para Implementação da Política Estadual de Práticas Integrativas e Complementares do SUS no Estado da Bahia.

A reunião, que ocorreu no gabinete da Sesab, contou com a participação de uma equipe multidisciplinar, composta, dentre outras profissionais, médicas, enfermeiras, farmacêuticas, além de representantes da Superintendência de Atenção Integral à Saúde (Sais). Liliane Mascarenhas, diretora da Gestão do Cuidado (DGC), explicou que o objetivo da comissão é trabalhar no sentido de construir a política que irá ampliar o acesso às práticas integrativas do SUS.

Ela acrescentou que a comissão será constituída conforme estabelecido na portaria 521/2016 (Sesab), que relaciona órgãos e instituições que terão representantes, a saber, DGC, Diretoria da Atenção Básica (DAB), Diretoria da Assistência Farmacêutica e Insumos Estratégicos (Dasf), Diretoria de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde (Dgets), Diretoria de Vigilância e Atenção à Saúde do Trabalhador (Divast), Escola Estadual de Saúde Pública (EESP), Escola de Formação Técnica em Saúde (EFTS), Instituições de Ensino Superior Público e Privado envolvidas com a temática, Conselho Estadual de Saúde (CES) e Conselho de Secretários Municipais de Saúde (Cosems)

Ascom Sesab
Comissão Práticas Integrativas

Notícias relacionadas