Notícias /

Hospital Roberto Santos e Ufba firmam parceria para implantação de Habilitação em Odontologia Hospitalar

24/08/2016 17:37

O Hospital Geral Roberto Santos (HGRS) e a Faculdade de Odontologia da Universidade Federal da Bahia (Ufba) firmaram, nesta quarta-feira (24), uma parceria para implantação do curso de Habilitação em Odontologia Hospitalar. Trata-se de uma pós-graduação lato sensu do tipo Atualização de Caráter Temporário, a ser realizada de outubro de 2016 a janeiro de 2017.

Baseada na resolução do Conselho Federal de Odontologia (CFO) nº 162/2015 – que reconhece o exercício da odontologia hospitalar pelo cirurgião-dentista -, a atividade, conforme apontam estudos, qualifica a assistência já oferecida pelo Sistema Único de Saúde (SUS). “O serviço de odontologia em um hospital geral é muito importante para potencializar o atendimento multiprofissional ao paciente internado ou que passa por procedimento ambulatorial. É um suporte adicional à rede, fruto de uma parceria entre duas instituições fortes: Hospital Roberto Santos e Ufba”, avalia o diretor-geral do HGRS, Antonio Raimundo de Almeida.

Para Marcel Arriaga, diretor da Faculdade de Odontologia da Ufba, a união das experiências reforça ainda mais os predicativos dos envolvidos. “Temos, neste convênio, profissionais consolidados e pioneiros em odontologia hospitalar. É a assistência qualificada aliada ao suporte acadêmico bem estruturado, ambos com muito conhecimento para compartilhar”, afirma.

Andreia Leal Figueiredo, coordenadora do Colegiado da Graduação, reitera as intenções do gestor: “a Universidade Federal da Bahia tem todo interesse em estreitar as relações com o Roberto Santos, que é o maior centro hospitalar do estado. Nós sabemos que a estrutura física é enorme, mas o hospital tem, ainda, muita técnica para a capacitação prática dos alunos”.

Além de contribuir para a formação dos profissionais da universidade, a presença ampla da atenção odontológica na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), por exemplo, reduz infecções e tempo de internação hospitalar, já que os cuidados com a higiene oral diminuem a flora bacteriana patogênica. “O cirurgião-dentista no ambiente hospitalar pode ajudar também a minimizar hemorragia e complicações secundárias. Ele auxilia na manutenção da via bucal para nutrição, reduzindo, assim, a necessidade de medicamentos utilizados no controle da dor e da alimentação pela via enteral”, destaca Figueiredo.

Habilitação em Odontologia Hospitalar

Com carga horária de 350h, dividida entre 105h práticas e 245h teóricas, a atualização pretende preparar o profissional interessado em odontologia hospitalar – uma área nova de atuação – para atender às necessidades odontológicas em pacientes sistemicamente comprometidos. A partir da habilitação, ele poderá, entre outras ações, solicitar e interpretar exames, diagnosticar e tratar os principais agravos na saúde bucal.

Serviço de Odontologia Hospitalar do HGRS

Os cirurgiões-dentistas do Hospital Roberto Santos atuam em diversos setores da instituição, com comprovado efeito na evolução do bem-estar dos pacientes internados em enfermarias e unidades de pacientes críticos. Atualmente, existem dez turnos ambulatoriais na estrutura do HGRS.

Fonte: Ascom HGRS
/hgrs/odontologia hospitalar

Notícias relacionadas