Notícias /

Sesab divulga edital para Seleção de Educadores do Curso de Aperfeiçoamento em Educação Popular em Saúde

05/09/2016 21:04

A Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab), através da Superintendência de Recursos Humanos – Superh/Escola de Formação Técnica em Saúde Professor Jorge Novis (EFTS), comunica a abertura do processo de seleção para Educadores do Curso de Aperfeiçoamento em Educação Popular em Saúde- EdPopSUS 2016. As inscrições deverão ser realizadas no período de 5 a 20 de setembro, no site http://www.edpopsus.epsjv.fiocruz.br/

O Curso de Aperfeiçoamento em Educação Popular em Saúde compõe uma ação do Programa de Qualificação de Agentes Comunitários de Saúde e Agentes de Vigilância em Saúde da Secretaria de Gestão Participativa – SGEP/Ministério da Saúde, em parceria com a Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio/FIOCRUZ, e tem como propósito sensibilizar profissionais das equipes de Atenção Básica em Saúde (em especial os Agentes Comunitários de Saúde – ACS e Agentes de Controle às Endemias – ACE), em relação às práticas educativas de mobilização social e comunitária e de promoção da saúde e da equidade, tendo como referencial político-pedagógico a Política Nacional de Educação Popular em Saúde- PNEP-SUS.

Trajetória

A primeira oferta do EdPopSUS aconteceu entre os anos de 2013 e 2014, teve duração de 53 horas, envolvendo nove unidades da Federação (Piauí, Pernambuco, Ceará, Sergipe, Bahia, Rio de Janeiro, São Paulo, Rio Grande do Sul e Distrito Federal), e aproximadamente 19 mil trabalhadores da saúde inscritos. Na Bahia o curso é ofertado através da EFTS.

Este segundo curso será de modalidade presencial e trabalhará com estudantes de 13 estados da união, para refletir criticamente sobre seu próprio trabalho em saúde a partir dos princípios, lógicas e ferramentas da Educação Popular em Saúde.

Requisitos de Acesso para Educadores

Para a realização do curso, serão selecionados dois perfis de Educadores Populares distintos: Educador Popular I (nível superior) e Educador Popular II (ensino fundamental completo). As vagas serão preenchidas após a formação das turmas e os candidatos deverão ser residentes, preferencialmente, das regiões indicadas no edital (clique aqui para ver o edital).

Para Educador Popular I é necessário possuir Graduação completa (bacharelado ou Licenciatura) e experiência docente/pedagógica mínima de três anos, na área da saúde, seja técnica, graduação e demais modalidades de formação;

Para Educador Popular II é necessário possuir experiência mínima de três anos como Educador Popular na área da saúde, em processos no âmbito dos movimentos sociais e instituições de ensino.

Para ambas as vagas é necessário ter disponibilidade para participar da Oficina de Formação de Educadores Populares do EdPopSUS com carga horária de 40 horas, cuja participação é obrigatória para tornar-se apto a ser educador do Curso de Aperfeiçoamento em Educação Popular em Saúde – EdpopSUS. Além de disponibilidade de 20 horas, sendo 8 horas para atuar em sala de aula e 12 horas de planejamento e acompanhamento pedagógico.

Fonte: Efts
/efts/seleção educadores