Notícias /

HGCA: após campanha publicitária cresce número de doações de leite materno

15/09/2016 15:01

Todos os dias, nascem bebês que por algum motivo, não podem ser alimentados pelas próprias mães e necessitam do leite captado pelo Bando de Leite Humano (BLH) do Hospital Geral Clériston Andrade (HGCA). Para isso, o setor conta com apoio de mães voluntárias que se dedicam a doar o leite excedente dos seus bebês. Este ano, para aumentar o estoque, o BLH lançou, em parceria com o Governo do Estado, uma campanha de incentivo à doação de leite humano.

A campanha foi abraçada pelos meios de comunicação de Feira de Santana, especialmente pela Tv Subaé, que fez uma publicidade gratuita sobre o assunto. Após a divulgação, o numero de doações saltou de 39 litros em julho, para 64 em agosto. As mamães que estavam com leite excedente aderiram à campanha. O numero de doadoras aumentou consideravelmente, 84 mães se cadastraram como doadoras do BLH, em agosto de 2016. No mesmo período do ano passado, o banco estava com 51 mães inseridas no processo de doação. Em julho deste ano, antes da campanha, o BLH contava com apenas 15 mães doadoras.

Segundo a biomédica do Banco de Leite do HGCA, Mariana Reis, o leite materno salva vidas, por isso, a importância do ato de doar. “A campanha nos meios de comunicação é, sem dúvida, a responsável pelo aumento no em nosso estoque de leite humano. Precisamos que as mães continuem motivadas para doar o leite excedente”, disse Mariana.

Quem pode doar

Para se tornar uma doadora, a mulher em fase de amamentação, deve produzir um volume de leite além da necessidade de seu bebê, além de ser saudável, não usar medicamentos que impeçam a doação. Com apenas um litro, é possível ajudar aproximadamente 50 recém-nascidos. Interessadas devem procurar o Banco de Leite que funciona no HGCA ou ligar para o BLH, através dos telefones 3221-0353/3602-3300, ramal 3356 e agendar uma visita técnica.

Quem não tem leite, pode doar vidros

Todos podem ajudar o Banco de Leite Humano do HGCA com a doação de recipientes de vidro com tampa plástica, pode ser de café solúvel ou maionese, que servirão para armazenar o leite humano doado. Os interessados devem levar os recipientes ao BLH.

Fonte: Ascom/HGCA
Clériston Andrade/leite

Notícias relacionadas