Notícias /

Obras no entorno do HGE2 melhoram acesso de pacientes

22/09/2016 18:41

A exemplo das obras em andamento nas imediações do Hospital Geral Roberto Santos (HGRS), no bairro do Cabula, em Salvador, o Hospital Geral do Estado (HGE2), em Brotas, também na capital, teve o entorno melhorado, para, na próxima segunda-feira (26), ser entregue à população. Entre as melhorias realizadas na área da nova unidade hospitalar, estão a construção da calçada, substituição de meio-fio, requalificação da escadaria e paisagismo com plantio de grama.

Com oito pavimentos e 14 mil metros quadrados de área construída, a estrutura do HGE2 recebeu R$ 90 milhões entre obras, equipamentos e aparelhagem moderna para compor as 11 salas cirúrgicas e os 161 novos leitos, sendo 52 de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) – 40 para adultos, 8 para pacientes pediátricos e 4 para pacientes queimados –, além de 34 leitos de cuidados intermediárias. A intenção do governo do Estado, por meio da Secretaria da Saúde do Estado (Sesab) é desafogar o antigo HGE e oferecer maior qualidade na assistência aos pacientes.

O novo prédio está integrado ao HGE. No Brasil, apenas o hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, possui equipamentos equivalentes aos adquiridos para o HGE2. O investimento do Governo do Estado amplia a capacidade do complexo, que é considerado referência estadual no atendimento a vítimas de traumas, como acidentes automobilísticos, perfurocortantes e emergências cirúrgicas.

Entre as novidades estão o novo Centro de Queimados, que será o mais moderno do país, e uma sala cirúrgica que será utilizada exclusivamente para transplantes, o que irá contribuir para dar mais agilidade ao processo de captação de órgãos, pois não haverá mais a necessidade de aguardar vaga no centro cirúrgico geral.

Na última segunda-feira (19), o hospital foi aprovado por conselhos da área da saúde e representações de classe. O HGE 2 será referência em cirurgia geral, traumato-ortopedia, cirurgia oftalmológica, cirurgia plástica reparadora, cirurgia torácica, cirurgia buco-maxilo facial e cirurgia de coluna.

Fonte: Secom

Notícias relacionadas