Notícias /

Sesab realiza a V Oficina de Formação de Tutores da Estratégia Amamenta e Alimenta Brasil

22/09/2016 14:52

A Secretaria de Saúde do Estado (Sesab), por meio da Diretoria de Gestão do Cuidado, em parceria com o Distrito Sanitário Especial Indígena da Bahia (DSEI) e a Secretaria Municipal de Saúde de Porto Seguro, realiza a V Oficina de Formação de Tutores da Estratégia Amamenta e Alimenta Brasil (EAAB), no período de 19 a 23, no município de Porto Seguro.

O objetivo da oficina consiste em incentivar a promoção, proteção e apoio ao aleitamento materno e à alimentação complementar saudável para crianças menores de 2 anos no âmbito do SUS, contribuindo assim para a formação de hábitos alimentares saudáveis desde a infância. O público-alvo é de profissionais da saúde do DSEI e da Secretaria Municipal de Saúde de Porto Seguro.

A Estratégia Amamenta e Alimenta Brasil (EAAB) foi lançada em 2012 pelo Ministério da Saúde, por meio da Coordenação-Geral de Alimentação e Nutrição (CGAN) e da Área Técnica de Saúde da Criança e Aleitamento Materno e a Rede Internacional em Defesa do Direito de Amamentar, e tem como objetivo qualificar profissionais de saúde da Atenção Básica.

Segundo perfil epidemiológico da população indígena aldeada do DSEI Bahia, a Bahia encontra-se com um baixo índice de aleitamento materno exclusivo para crianças menores de 6 meses (entre 17,36% a 53,33%), quando o preconizado pela OMS/MS é 100%. A avaliação dos dados nutricionais apresenta informações para as faixas de muito baixo peso e baixo peso variando entre 1% a 7,8%, enquanto o peso elevado entre 4,3% a 7,2%. Assim, diante da atual situação apresentada, com vistas a reduzir as iniquidades neste segmento populacional e atuando de forma complementar para o alcance da atenção à saúde Indígena, justifica-se a necessidade de intervenção do Estado, conforme preconiza Art. 08 da Portaria n. 70/2004 que define as Diretrizes da Gestão da Política Nacional de Atenção à Saúde Indígena.

No total, as Oficinas EAAB na Bahia acontecem desde 2013 formando 100 Tutores (profissionais de saúde) e contemplando 33 municípios, dentre eles: Alagoinhas, Amargosa, Araças, Baianópolis, Barra, Barreiras, Boninal, Camaçari, Conceição do Jacuípe, Feira de Santana, Gentio do Ouro, Glória, Guanambi, Ibotirama, Irecê, Itaju do Colonia, Itapicuru, Lauro de Freitas, Lenções, Paulo Afonso, Salvador, São Miguel da Matas e Vitoria da Conquista.

Esta V Oficina EAAB, especificamente voltada para os profissionais que trabalham com populações indígenas aldeados, é a segunda ocorrida e contempla os seguintes DSEIs: Ribeira do Pombal, Porto Seguro, Juazeiro, Euclides da Cunha, Ibotirama, Ilhéus, Itamaraju, Pau Brasil e Paulo Afonso.

Fonte: DGC
/saúde das crianças/formação de tutores

Notícias relacionadas