Notícias /

Hospital Manoel Victorino desenvolve Campanha Papa Pilhas

23/09/2016 19:35

A direção do Hospital Manoel Victorino, através da Comissão de Controle de Infecção Hospitalar (CCIH) e da Comissão de Gerenciamento de Resíduos, deu início este mês, a uma campanha intitulada “PapaPilhas”, que faz parte do Programa de Coleta Seletiva da unidade. A ideia surgiu com o intuito de orientar os colaboradores do hospital além de pacientes e familiares, sobre a importância do descarte adequado de pilhas, baterias e afins, sensibilizando a todos no sentido de adotarem atitudes sustentáveis.

A Campanha Papa Pilhas foi idealizada pela enfermeira e responsável técnica pelo PGRSS (Plano de Gerenciamento de Resíduos de Serviços de Saúde), Maíra Andrade, juntamente com a Comissão de Gerenciamento de Resíduos, a fim de reduzir os impactos ambientais com o solo e a água, intensificar a logística reversa, aprimorar a visão sustentável para os colaboradores que atuam na unidade, visando envolver os mesmos na campanha e motivá-los a serem multiplicadores dessa visão sustentável.

A Comissão se organizou em grupos para treinamento In Loco, com entrega de folder’s e cartazes que ilustram a segregação correta dos resíduos recicláveis, fora isto foram instalados coletores ” Papa Pilhas” em locais estratégicos do hospital. Todas estas ações tem por objetivo motivar os colaboradores, pacientes e familiares, ao descarte correto e sustentável dos resíduos.

A diretora geral do HMV, Sheila Ferraz, assegura que “a campanha além de ter cunho educativo, voltada para a conscientização e mudança de hábitos, objetiva realizar na própria unidade a coleta e posterior descarte de forma adequada, de pilhas e baterias. Desta forma, estaremos contribuindo para preservação do meio ambiente e mudança de postura da comunidade que será atingida pela mesma”, esclareceu.

Ferraz faz ainda um alerta: “descartar esse material de forma indevida é extremamente perigoso, pois os metais pesados existentes em seu interior, não se degradam, sendo extremamente nocivos à saúde e ao meio ambiente”.

Importante destacar que, uma pilha comum contém, geralmente, três metais pesados: zinco, chumbo e manganês, além de substâncias perigosas como o cádmio, o cloreto de amônia e o negro de acetileno. A pilha alcalina contém também o mercúrio, uma das substâncias mais tóxicas que se conhece. Convém destacar que a unidade mantém contratos com empresas especializadas para coleta e destinação final do RSS e com cooperativas no caso do material reciclável.

Ascom HMV
/hmv/papa pilhas