Notícias /

Setembro Amarelo é tema de reunião no HGVC

29/09/2016 18:55

“Falar é a melhor solução” esse é o lema do Setembro Amarelo, uma campanha mundial de conscientização sobre a prevenção do suicídio, que tem sido veiculada por diversas mídias brasileiras desde o início deste mês, no intuito de desmistificar, sensibilizar e informar à população sobre o assunto.

A reunião aconteceu no auditório do Hospital Geral de Vitória da Conquista (HGVC), na manhã de hoje (29). Uma iniciativa do Serviço de Psicologia do HGVC, que viu na campanha uma oportunidade de trazer a discussão para funcionários e estagiários da unidade, principalmente os da área de Psicologia.

O Serviço de Psicologia do HGVC existe desde 2010, hoje a equipe conta com duas psicólogas e três residentes, pertencentes ao programa multiprofissional do Núcleo de Educação Permanente (NEP), que faz a articulação pedagógica entre o HGVC e as universidades.

O suicídio é um caso de saúde pública que perpassa por uma situação de restrição, pois, ainda há o medo de se tocar no assunto, o que acaba levando o indivíduo a não perceber os sinais simples, porém claros emitidos por pessoas próximas.

De acordo com a Organização Mundial da Saúde, nove em cada dez casos podem ser prevenidos, então é necessário a pessoa buscar ajuda e atenção de quem está à sua volta. Para isso, é preciso que haja diálogo e uma didática prudente sobre o suicídio.

A programação contou com palestras sobre o manejo do paciente no hospital, ministradas pelas residentes Mariá Lanzotti e Laisla Miranda, que falaram dos cuidados psicológicos que o paciente deve ter após a entrada e durante a permanência na unidade de saúde.

A maneira como os familiares e os pacientes devem ser tratados também teve destaque no debate mediado pela psicóloga Érica Ribeiro, assim como as diferenças entre o que é mito ou verdade e a devida postura que deve ser tomada diante de cada das situações.

O encontro seguiu de maneira leve e esclarecedora, foi ressaltada a importância de se despir dos preconceitos quando se tratar de suicídio e principalmente ter abertura em falar do tema. “Eu acredito que a importância é exatamente essa de trabalhar com prevenção, desmistificando a ideia de que falar da prevenção do suicídio é algo doloroso e perigoso. É importante discutir o assunto para que as pessoas possam reconhecer e saber, principalmente, onde buscar ajuda” conclui a psicóloga do Serviço, Sabrina Aguiar.

Ascom HGVC
/hgvc/setembro amarelo

Notícias relacionadas