Notícias /

Contribuições do Programa Mais Médicos serão discutidas em seminário

01/11/2016 17:26

Quais as contribuições do Programa Mais Médicos na ampliação do acesso e melhoria da qualidade da atenção básica na Bahia? Este e outros questionamentos serão respondidos nesta quinta-feira (3), a partir das 9h, no auditório do Senai-Cimatec, em Salvador, durante seminário. Ainda no evento será apresentado um balanço dos três anos do programa. A iniciativa da Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) reunirá os 1.464 médicos que atuam no estado, além de representantes do Ministério da Saúde.

De acordo com o secretário da Saúde do Estado, Fábio Vilas-Boas, o programa beneficia cerca de 5,6 milhões de pessoas no estado, com uma média superior a 770 mil novas consultas médicas por mês no âmbito da atenção básica. “Sem dúvida, o provimento de profissionais médicos, a ampliação de vagas na residência medica, bem como a qualificação e investimentos na estrutura física das unidades básicas de saúde contribuíram para um salto de qualidade”, afirma Vilas-Boas.

O Programa Mais Médicos faz parte de um amplo pacto de melhoria do atendimento aos usuários do Sistema Único de Saúde que visa ampliar o acesso da população aos serviços de atenção básica. Além de médicos brasileiros, profissionais de outras nacionalidades vêm participando, dentre os quais se destacam: cubanos, portugueses, argentinos, suíços, mexicanos e venezuelanos.

Os indicadores com maior sensibilidade às ações da atenção básica são: taxa de mortalidade infantil; proporção de nascidos vivos de mães com sete ou mais consultas de pré-natal; e a proporção de internações por condições sensíveis à atenção primária à saúde.

Programa Mais Médicos

Notícias relacionadas