Notícias /

Testes rápidos para diagnóstico de Zika Vírus atraem a atenção da comunidade médica na Europa

14/11/2016 22:21

Estande da Bahiafarma na maior feira mundial de artigos do setor de saúde recebe visitantes de vários países

No primeiro dia de participação na maior feira mundial de artigos de saúde, a Medica Trade Fair, realizada em Dusseldorf (Alemanha), o estande da Bahiafarma recebeu centenas de visitantes de diversos países, atraídos pelos testes rápidos para diagnóstico de infecção por Zika Vírus que o laboratório público baiano está apresentando no evento. É a primeira vez que um laboratório oficial brasileiro participa da feira como expositor.

Segundo o secretário da Saúde da Bahia, Fábio Vilas-Boas, o maior interesse partiu de representantes de países que já sofrem com surtos da doença. “Foi notável a presença de visitantes do sudeste asiático, em especial da Malásia e da Tailândia, em busca de informações sobre o teste e sobre possíveis acordos comerciais”, afirma. “Nosso objetivo no evento é iniciar parcerias internacionais que possam trazer benefícios para a Bahia e para o Brasil.”

Além do secretário, integram a comitiva que participa da Medica Trade Fair o diretor-presidente da Bahiafarma, Ronaldo Dias, e o diretor de Operações do laboratório, Felippe Rebouças. Nesta segunda-feira, eles também receberam as visitas do secretário de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos (Sctie) do Ministério da Saúde, Marco Fireman, e do diretor do Departamento do Complexo Industrial e Inovação em Saúde (Deciis) do MS, Rodrigo Silvestre.

“Os kits para diagnóstico rápido da Bahiafarma, em especial os de diagnóstico de infecção por Zika Vírus (Zika IgG / IgM Combo e Zika NS1), estão chamando a atenção da comunidade médica internacional tanto por causa de sua grande qualidade, demonstrada em diversas avaliações, como as realizadas pela Anvisa e pelo Instituto Nacional de Controle de Qualidade em Saúde (INCQS), quanto pelo custo mais baixo que os de outros testes disponíveis no mercado hoje”, afirma o diretor-presidente da Bahiafarma, Ronaldo Dias.

Após o encerramento da feira, no dia 17, há reuniões programadas entre representantes da Bahiafarma e diretores de importantes organizações internacionais, com pauta centrada nos dispositivos de diagnóstico do Zika Vírus. Os encontros também terão a participação do secretário Fábio Vilas-Boas.

No dia 17, a reunião será com a direção do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), em Genebra, Suíça. No dia seguinte, a reunião será com representantes do Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef), em Copenhague, Dinamarca.

Bahiafarma

A Fundação Baiana de Pesquisa Científica e Desenvolvimento Tecnológico, Fornecimento e Distribuição de Medicamentos (Bahiafarma) é um laboratório farmacêutico público que tem como objetivo desenvolver e fornecer produtos, serviços e inovação tecnológica para a saúde pública do País. Integra a administração pública indireta do Poder Executivo do Estado da Bahia, vinculada à Secretaria da Saúde do Estado (Sesab). Tem como metas minimizar a dependência do Estado da Bahia da importação de produtos e tecnologia, atuando de forma competitiva e econômica para o Sistema Único de Saúde (SUS).

Notícias relacionadas