Notícias /

Hospital de Cirurgias do Recôncavo promove I Feira de Saúde e intensifica ações no Novembro Azul

17/11/2016 17:08

Uma das maiores preocupações das pessoas atualmente é como prevenir doenças e assim manter a saúde no meio da correria do dia-a-dia. Com o objetivo de auxiliar as pessoas que buscam mais qualidade em saúde, nos dias 25 e 26 (sexta-feira e sábado) será realizada a I Feira da Saúde e Cidadania: ‘Prevenir Faz Bem à Saúde’, no Hospital de Cirurgias do Recôncavo, em Sapeaçu, município localizado a 163 km de Salvador.

O evento, realizado através de parceria entre o governo do Estado e o Instituto Brasileiro de Desenvolvimento da Administração Hospitalar, (IBDAH), faz parte das comemorações alusivas ao Novembro Azul, campanha de conscientização voltada para os homens com o objetivo de orienta-los sobre as doenças masculinas, em especial sobre a importância de se diagnosticar precocemente o câncer de próstata.

Na sexta-feira (25), será oferecido atendimento especializado em urologia, das 8h30 às 14h. No sábado, o atendimento contempla a população, em geral, com atendimentos médico clínico, pediátrico, aferição de pressão arterial, teste de glicemia, orientações sobre DST’s, nutrição, saúde bucal, entre outros.

José Antônio Sousa, superintendente do IBDAH, destaca a importância da Feira. “Durante dois dias, profissionais estarão orientando sobre a prevenção com o objetivo de alertar sobre as principais doenças que podem atingir a população. Quanto mais cedo a doença for tratada, mais rápida será a recuperação e menores serão as consequências”, informou Sousa.

Novembro Azul – O movimento surgiu em 2003, na Austrália, e ficou mundialmente conhecido como Movember, campanha com o objetivo de alertar sobre o câncer de próstata, o tumor mais frequente no homem, ficando atrás apenas dos tumores de pele. Esse tipo de câncer é o sexto mais comum no mundo, segundo o INCA (Instituto Nacional do Câncer). A cada seis pessoas do sexo masculino, uma é portadora da doença e a estimativa é de que, por ano, 69 mil novos casos sejam diagnosticados, ou seja, um caso a cada 7,6 minutos. A doença pode demorar a se manifestar, por isso é importante fazer exames preventivos com regularidade.

O diagnóstico é feito através da dosagem sérica do PSA e no exame de toque retal, que são complementares, pois cerca de 20% dos casos não são detectados pelo PSA. A recomendação é que homens, a partir de 50 anos, procurem um urologista para realizar os exames preventivos anualmente. Pessoas com histórico familiar de câncer de próstata, negros, sedentários e obesos devem iniciar a prevenção a partir dos 45 anos, pois possuem maior risco de desenvolver a doença. Quando diagnosticada precocemente, as chances de cura são de, aproximadamente, 90%.

A.S/DRT 2055
Feira de Saúde

Notícias relacionadas