Notícias /

Música erudita em alto estilo no encerramento do Dia Mundial do Diabetes no Cedeba

18/11/2016 21:00

A apresentação da camerata da Orquestra Sinfônica da Bahia (OSBA), hoje, no encerramento das comemorações do Dia Mundial do Diabetes, no Centro de Diabetes e Endocrinologia da Bahia (Cedeba), trouxe um toque de leveza, com a execução de clássicos da música erudita. Servidores e pacientes ouviram com atenção e, no final, muitos se emocionaram com o poupurri de músicas natalinas. A diretora do Cedeba, Reine Chaves Fonseca, muito feliz como o empenho e a dedicação da equipe que se esmerou para o sucesso da celebração, disse que a presença do SEXTETO OPUS LUMEN”, da OSBA, foi a apoteose, trazendo um pouco de música erudita em alto estilo.

Para a diretora do Cedeba as comemorações Dia Mundial do Diabetes este ano, realizadas no espaço da unidade, representaram oportunidade muito especial para a prevenção de complicações do diabetes, com exames de avaliação dos pés e dos olhos para os pacientes atendidos no Cedeba. Ela parabenizou a equipe “que atuou coesa e integrada, com o envolvimento de todos os profissionais e da Residência Médica.” As ações de prevenção também contaram com o trabalho educativo da Caravana da Saúde, realizado por estagiárias, sob a orientação da Coordenação de Educação e Apoio à Rede (Codar), do Cedeba.

Aula prática

O “SEXTETO OPUS LUMEN” promove uma integração entre os músicos que enriquece a apresentação. Antes de cada execução, o flautista Antonio Carlos Portela (Tota) com falava sobre os compositores, situando cada um deles na História e a importância para a música clássica. Bethoven, Mozart, Johann Sebastian Bach, Vivaldi.

O grupo executa peças eruditas contemplando a música clássica, passando pela popular estilizada. Abrange o público de qualquer faixa etária e/ou segmento social, diversificando os locais de suas apresentações, destacando escolas, igrejas, órgãos comunitários em geral, instituições filantrópicas e de ensino superior. Formação: Solamy Oliveira: clarinete, Gustavo Seal: oboé, Ilza Cruz: Fagote, Adelson: Trompa, Antonio Carlos ( Tota ): Flauta e Humberto: Percussão

Ascom/Cedeba

Notícias relacionadas