Notícias /

HMV envolve colaboradores e pacientes na Campanha Novembro Azul

23/11/2016 21:02

O Novembro Azul do Hospital Manoel Victorino foi marcado por um dia de atividades de conscientização dos pacientes e funcionários da unidade, principalmente dos homens, sobre a importância da prevenção do câncer de próstata. A ação, organizada pelo setor de Humanização, envolveu diversas áreas e equipes da instituição, além de pacientes e acompanhantes.

As ações tiveram como objetivo fazer com que o público se torne disseminador do conhecimento e, assim, garantir que cada vez mais homens procurem a prevenção da doença.

O enfermeiro Elinaldo Pedreiro abordou, em sua palestra, a prevenção do câncer de próstata e destacou que a participação do público é fundamental para que haja a conscientização de todos. “O câncer de próstata é o segundo câncer mais comum na população masculina. Para vocês terem uma ideia, de cada seis homens, um vai desenvolver a doença. Por isso, homens, deixem de lado o medo e procurem os especialistas para a realização dos exames. E vocês, mulheres, precisam cobrar de seus parceiros essa ida ao médico”, informou.

Sheila Ferraz, diretora do hospital, afirma que toda equipe abraçou a Campanha Novembro Azul. “Depois do Outubro Rosa, começamos a nos mobilizar e promover atividades para a Campanha Novembro Azul porque é mais uma iniciativa para alertar os homens sobre a importância da realização dos exames anuais que previnem a doença”.

Segundo a psicóloga e membro da comissão de humanização, Ana Paula Tavares, há uma preocupação da direção da unidade em relação ao bem estar e na saúde dos colaboradores e dos pacientes, por isso regularmente são realizadas capacitações, treinamentos e palestras, com foco na prevenção.

“Esse mês estamos apoiando a importante Campanha Novembro Azul, visto que o homem geralmente só procura o serviço de saúde com o problema instalado e evoluindo de maneira insatisfatória. Se essa procura fosse regular, muitas doenças poderiam ser evitadas, inclusive, o câncer de próstata. Precisamos criar no homem a cultura da prevenção, do diagnóstico precoce”, destacou.

Ascom/HMV
A.S/DRT 2055

Notícias relacionadas